Amazônia Esportes

Final da VII Taça Vila Olímpica de Handebol revelou os grandes campeões

Final--da-VII-Taça-Vila-Olímpica-de-Handebol-1
Redação
Escrito por Redação

A VII Taça Vila Olímpica de Handebol revelou os campeões da temporada 2016, neste final de semana, dias 02 e 03, na quadra da Vila Olímpica, no Dom Pedro, Zona Centro-Oeste. Nos dois últimos dias de competição, a rede balançou quase 200 vezes e mostrou a habilidade técnica das equipes. O evento recebeu apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

A equipe do Ceti João Braga ficou com o título da competição nos naipes feminino e masculino da categoria infantil. O domínio total nas disputas veio depois de superar os rivais Adalberto Valle/Vila Olímpica, no feminino, e o Monnum Esporte Clube/Cuca-RR, no masculino.

Final--da-VII-Taça-Vila-Olímpica-de-Handebol-3

Favoritos à conquista, ambas as equipes do Ceti enfrentam as dificuldades normalmente encontradas quando se quer levantar uma taça. No masculino, a equipe da Zona Norte da Capital encarou o Monnum Esporte Clube/Cuca-RR, reeditando a final de 2016, quando a equipe do Amazonas levou a melhor.

Em meio a muita dificuldade e um placar apertado de 16 a 14, o Ceti comemorou o bi da competição. “Foi um jogo muito pegado, mas conseguimos vencer porque treinamos bastante e nos dedicamos. Ouvimos o treinador, ficamos calmos e conseguimos nosso objetivo”, declarou o capitão, Luiz Eduardo, de 14 anos.

Vencido de forma dramática e com dois gols diferença, o treinador o Ceti, Rosinaldo Santos, elogiou a postura dos jovens que souberam manter o nervosismo sob controle. “Na categoria de base o equilíbrio emocional conta muito. A gente treina tudo, mas o clima de jogo é diferente e eles aprendem jogando, é com isso que vem a experiência. Esse é o principal ponto. Por isso conseguimos vencer mais uma vez”, afirmou o treinador, que já prepara a equipes para o Jogos Escolares do Amazonas (Jeas).

Levantar a cabeça

Pelo segundo ano seguido com o vice-campeonato, o goleiro do Monnum Esporte Clube/Cuca-RR, Carlão, lamentou a oportunidade perdida de garantir o primeiro campeonato para a equipe de Roraima.

“Pecamos nos erros que poderiam ser corrigidos e faltou um pouco mais de vontade. Poderíamos ter levado o titulo, mas jogo é jogo. Mais uma vez somos vice-campeões. Não vamos abaixar a cabeça, vamos seguir em frente e se dedicar ao máximo”, justificou.

Unânime no Feminino

No feminino, as meninas terminaram o jogo empatadas com o Adalberto Valle em 9 a 9, em um jogo de muita qualidade e superação. No final, a escola da Zona Norte ficou com o título por ter o melhor saldo de gols de toda a disputa.

Finais de domingo

Pelo Juvenil Feminino, Sólon de Lucena superou o Ceti João Braga e venceu por 24×14. Enquanto que Adalberto Valle/Escolinha da Vila Olímpica ficou com o terceiro lugar.

“Foi um jogo difícil, pois no primeiro tempo estávamos ganhando de seis pontos, mas relaxamos e tivemos que votar na segunda etapa. Graças a Deus, deu certo e saímos com a vitória”, disse a capitã do Sólon, Vitória Lima, artilheira da equipe com 40 gols.

No masculino juvenil, o vencedor foi Monnum/Cuca-RR fechou o placar em 21×17 em cima do time da Barreirinha. Sólon de Lucena levou a medalha de bronze.

“Foi uma competição muito bonita, que preparou ainda mais nossos atletas para o Jeas e conseguimos avaliar o crescimento técnico de todas as equipes”, ressaltou o organizador da Taça, Auricelio Andrade.

Final--da-VII-Taça-Vila-Olímpica-de-Handebol-2

Final-da-VII-Taça-Vila-Olímpica-de-Handebol

FOTOS: ANTONIO LIMA/SEJEL

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.