Esportes

Flamengo é campeão nacional de basquete pela 6ª vez

Redação
Escrito por Redação

O Flamengo do século 21 ultrapassou o Monte Líbano dos anos 80. Neste sábado (11), a equipe rubro-negra liderada em quadra por Marcelinho Machado conquistou o sexto título nacional de basquete -o quinto desde que o torneio passou a ser chamado de NBB (sigla para Novo Basquete Brasil).

Na quinta e última partida da decisão, realizada na Arena Carioca 2, palco da luta olímpica e do judô nos Jogos do Rio, em agosto, o Flamengo bateu o Bauru por 100 a 66.

Agora os cariocas estão atrás apenas de Franca, maior campeão, com 11 títulos (sendo seis do Nacional e cinco da taça Brasil), e do Sírio (sete). Os títulos rubro-negros foram conquistados em 2008, 2009, 2013, 2014, 2015 e, agora, na temporada 2016.

Nunca um time paulista foi campeão do NBB, em oito temporadas. O Bauru foi campeão nacional em 2002. A arena, com capacidade para 10 mil torcedores, esteve praticamente lotada para o quinto jogo da decisão. Estiveram presentes no jogo 7.331 torcedores, com uma renda de R$ 300.095,50.

O ala-armador Marcelinho Machado, aos 41 anos, foi o cestinha da final, com 32 pontos. Assim, Marcelinho Machado se tornou o jogador com mais títulos nacionais de basquete, com sete ao todo (cinco do NBB), igualando a marca de Fausto Giannecchini, armador de destaque no Sírio e em Franca nas décadas de 70 e 80.

Inflamado pela torcida parte dela a menos de um metro da quadra, o Flamengo dominou o placar durante toda a partida. O primeiro tempo terminou 39 a 32 para os donos da casa, que tiveram vantagem de decidir em casa devido à melhor campanha na competição.

Os arremessos de três pontos foram uma das grandes armas dos rubro-negros no jogo. Já Bauru errou muito mais do que os adversários. Pré-convocados para a seleção brasileira que vai disputar os Jogos Olímpicos, o ala Alex Garcia (com nove pontos) e o pivô Rafael Hettsheimeir (com um duplo-duplo, com 13 pontos e dez rebotes) foram os destaques de Bauru.

Do lado do Flamengo, dois jogadores estão na lista de Ruben Magnano para a Olimpíada: o armador Rafael Luz (17 pontos) e o ala-pivô Marquinhos (quatro pontos).

MONTE LÍBANO

O histórico time do Monte Líbano contava com jogadores de destaque como Maury, Marcel, Pipoka, Cadum e Paulinho Villas-Boas, entre outros.

(Notícias ao Minuto)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.