Saúde

FMT coordena primeiro grupo de Medicina Tropical da RUTE

Redação
Escrito por Redação

A Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), vinculada à Secretaria Estadual de Saúde (Susam), criou e passa a coordenar um novo Grupo de Interesse Especial, em funcionamento na Rede Universitária de Telemedicina (Rute). De acordo com a diretora-presidente da FMT, Graça Alecrim, o novo grupo é voltado para a especialidade de Medicina Tropical, que ainda não existia no âmbito da rede universitária. Resultado de iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia, a Rute congrega mais de 300 instituições nacionais – principalmente hospitais universitários – e, aproximadamente, 40 grupos de interesse, ou SIGs (na sigla, em inglês, para Special Interest Groups). “A FMT tomou a decisão acertada quando optou por integrar-se à Rute e, agora, ao tomar a dianteira da criação de um SIG de Medicina Tropical, dá outro passo importante, no sentido de potencializar esta ferramenta, que é a Telessaúde”, disse o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza. Ele destacou que, a principal vantagem da rede é permitir o corpo médico das instituições tenham mais esta alternativa para troca de experiências, com profissionais de diferentes regiões do Brasil e até de fora do País.

 

Os SIGs são uma espécie de fórum virtual em que se promovem debates, discussões de casos clínicos de maior complexidade, aulas e diagnósticos a distância. De acordo com Graça Alecrim, do SIG de Medicina Tropical criado por iniciativa da FMT já estão participando o Instituto de Higiene e Medicina Tropical, de Lisboa (Portugal); o Hospital Universitário Julio Muller, da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT); o Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG); e a Fundação de Dermatologia e Venereologia Alfredo da Matta (Fuam), outra instituição amazonense, também vinculada à Susam.

Na terça-feira (11), a FMT realizou a primeira sessão clínica do SIG de Medicina Tropical, com a participação das instituições integrantes do novo grupo. “Nossas reuniões por videoconferência estão previstas para acontecer sempre na segunda terça-feira de cada mês”, explicou o coordenador do SIG Medicina Tropical da FMT, Fábio Francesconi.

Ele frisa que o objetivo do SIG Medicina Tropical é estimular o estudo das doenças infecciosas mais prevalentes nos países tropicais, com a participação dos principais profissionais da área. “A proposta dos SIGs é permitir a troca de experiências, inclusive com a finalidade de melhorar a qualidade da assistência e da pesquisa”, disse Francesconi.

Além do grupo que a gora passa a coordenar, a FMT já integra o SIG Teledermatologia e o SIG Hanseníase. Também já foi convidada e passará a compor o SIG Vacinas, que está sendo criado, sob a coordenação do Instituto de Pediatria e Puericultura Martagão Gesteira, da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Parcerias – criada por iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia, a Rute é apoiada pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e pela Associação Brasileira de Hospitais Universitários (Abrahue). A Rute funciona sob a coordenação da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), que visa apoiar o aprimoramento de projetos em Telemedicina já existentes e incentivar o surgimento de futuros trabalhos interinstitucionais.

 

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.