Amazonas Cidades

Força-Tarefa reforça investigação sobre agressão e morte de policial militar

PM André Luiz, espancado e morto/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Uma força-tarefa formada por equipes do 27º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) e Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), investiga a agressão seguida de morte, do soldado da Polícia Militar do Amazonas, André Luís Silva do Rosário, de 33 anos, na noite da última terça-feira (29), após 10 dias internado.
O grupo se reuniu, ontem, quarta-feira (30), com o secretário de Segurança Pública, Sérgio Fontes, para falar dos avanços das investigações.  “A sociedade, os familiares dos policiais e todos os nossos servidores de Segurança tem a nossa garantia, que iremos esclarecer mais esse crime, assim como aconteceu em todos os casos complexos como este, dentre eles a morte do sargento Camacho, quando prendemos todos os envolvidos”, disse.

Desde o ocorrido, no domingo (20), o secretário destaca que todos os esforços de investigação estão sendo feitos para esclarecer a agressão contra os policiais, em uma casa de festas na Cidade Nova, zona Norte.

Ele ressaltou que qualquer cidadão que tenha imagens (filmagens e fotografias) que possam colaborar com as investigações pode procurar diretamente o 27º DIP, a DEHS ou ainda ligar para 181, com a garantia total do anonimato.

O delegado do 27º DIP, Márcio André, que coordena as investigações, destacou que cerca de 20 testemunhas já foram identificadas e serão intimadas para prestar esclarecimentos, dentre elas, as lideranças das torcidas organizadas que estavam no local. “Já solicitamos todas as provas periciais que identificamos ser necessárias para esclarecer o caso, que requer tempo para ouvir todas as testemunhas”, disse Márcio André.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.