Amazonas Destaques Política

Fórum de Governadores destaca a importância da união entre os estados

Governadores reunidos, em Goiânia/Foto: Joel Arthus
Redação
Escrito por Redação

Investimentos nos estados para desenvolver o Brasil e incentivar a retomada do crescimento, foram algumas das prioridades discutidas por governadores de Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins e Rondônia, além dos governadores convidados do Maranhão e Amazonas, que agora passam a integrar o bloco econômico e político, além de temas como Infraestrutura e macrologística, incluídos na temática da reunião que, também, contou com apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento e Social (BNDES).
Segundo o governador do Amazonas, a união dos estados é imprescindível para a retomada do crescimento, num momento em que os governadores precisam de soluções criativas para enfrentar a crise econômica. José Melo, ainda, destacou a produção de proteína vegetal e animal no centro-oeste do país como base importante para a economia nacional. Para o governador, com a entrada do Amazonas no bloco será possível integrar a nova matriz econômica do Estado por meio da produção de peixe de água doce em cativeiro. “O nosso governo enfrenta a crise com criatividade e entende que o momento é de união, por isso incentivamos uma nova matriz econômica ambiental com base na recuperação de áreas degradadas e fomento à piscicultura. Nesses moldes, o Amazonas pode se tornar o maior produtor de proteína de peixe de água doce do mundo”.

Produção e Preservação – O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), anfitrião do encontro, afirmou que a participação do Amazonas no bloco traz mais representatividade à região Norte e fortalece os estados na captação de recursos para investimentos importantes em infraestrutura. “Com a presença do Amazonas neste encontro nós temos o Brasil que produz junto com o Brasil que preserva”, afirmou o governador.

Hidrovias e Piscicultura – A presença do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no encontro de governadores, foi estratégica para definição de novas metas e investimentos. De acordo com do BNDES, Luciano Coutinho, com o reforço do Norte no bloco econômico e político, aumenta a necessidade de infraestrutura para viabilizar novos investimentos. “As hidrovias estão na categoria mais privilegiada pelo BNDES e é preciso um macroplanejamento para resolver as questões de logística”. Sobre a piscicultura no Amazonas, ele foi enfático: “Temos um potencial de água doce e temos um tremendo potencial para aumentar o peso da proteína de água doce para o Brasil e mercado internacional”.

BrC – O Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC) foi criado em julho de 2015 em Goiânia (GO) com a proposta de uma agenda de superação da crise econômica por meio da atuação política e estratégica dos estados organizados em bloco.  Também participaram da comitiva amazonense os secretários Thomas Nogueira da Secretaria de Estado de Planejamento, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Seplan-CTI) e Afonso Lobo da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz).

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.