Amazonas Política

Frota quer divulgação dos artistas manauaras na Feira da Eduardo Ribeiro

Feira dominical da Eduardo Ribeiro/Foto: Tácio melo
Feira dominical da Eduardo Ribeiro/Foto: Tácio melo
Redação
Escrito por Redação

O vereador Mário Frota, líder do PSDB na Câmara Municipal de Manaus (CMM), apresentou projeto, em forma de indicação, ao prefeito de Manaus,  para levar a arte musical como forma de entretenimento aos trabalhadores e frequentadores da Feira de Artesanato e Produtos do Amazonas dos Artesãos da Eduardo Ribeiro – Afapa, que funciona todos os domingos pela parte da manhã, na Avenida Eduardo Ribeiro, no Centro da cidade.
O projeto prevê ainda a montagem de palco, som e instalação de telões em toda a extensão da feira; atividades que vai fomentar a geração empregos e distribuição de renda com a contratação de técnicos e artistas locais para realização de shows musicais, ao vivo. A iniciativa do líder tucano, além de beneficiar clientes e trabalhadores da feira, vai divulgar a cultura dos cantores e compositores amazonenses. “Como contrapartida o prefeito vai ganhar um excelente espaço para divulgar a sua administração como, por exemplo, as obras de infraestrutura que sua equipe realiza nos mais distantes bairros da nossa cidade”, destaca o parlamentar.

A Feira da Eduardo Ribeiro, como é mais conhecida, foi fundada no dia 9 de julho de 2000 e funciona como uma espécie de shopping à céu aberto. Atualmente possui 350 associados, gerando 3 mil empregos direto e indireto. De acordo com o presidente da Afapa, Wigson Azevedo da Silva, estudos realizados, em 2013, pela Secretaria Municipal do Trabalho, Emprego e Desenvolvimento – Semtrad, a feira movimentou naquele ano cerca de R$ 15 milhões, que foram injetados na economia do Estado. “Hoje esses números já não são mais debutantes e ganharam maioridade com o constante aumento da nossa clientela que buscam a qualidade dos nossos produtos e serviços”, destaca Wigson.

Dentro do perímetro da sua área de atuação, a feira mantém duas Cooperativas de plantas medicinais e de decoração dos municípios de Rio Preto da Eva e Presidente Figueiredo; quatro pontos de Rádio Taxi; três pontos de fornecedores de gelo; seis equipes de montagem e desmontagens de stands; oito jornaleiros; 120 ambulantes; além das ‘lojas âncoras’ como: Carrefour, City Lojas, Ramsons, Sapatarias Di Santini e Classe, dentre outras.

Todos os domingos a Feira da Eduardo Ribeiro recebe um público flutuante de 5 mil pessoas em datas não comemorativas. No Dia das Mães, Dia das Crianças, Dia dos Namorados, por exemplo, o público tende a dobrar.

A estrutura física da Feira está divida em oito setores, com duas praças de alimentação; setores de cama, mesa e banho; têxtil; artesanato e artes plásticas; sebo de livros, antiguidades e arte indígena; bijuterias; bolsas e acessórios.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.