Mundo

Furacão ‘Patrícia’ avança e deixa o México em estado de emergência

" Patrícia" avança rumo ao México/Foto: EFE
" Patrícia" avança rumo ao México/Foto: EFE
Redação
Escrito por Redação

O furacão Patricia alcançou a categoria 5, a máxima na escala Saffir-Simpson, enquanto avança sobre as águas do Oceano Pacífico, informou o Serviço Meteorológico Nacional (SMN) do México, e o governo federal declarou o “estado de emergência extraordinário” para vários municípios do país.
O SMN indicou às 21h45 locais (00h45 de Brasília), de hoje (23), através do Twitter que o “superfuracão” Patricia avança rumo ao norte-noroeste a 17 km/h e está a 320 quilômetros da cidade de Manzanillo, no estado de Colima.

O fenômeno traz ventos constantes de 260 km/h e rajadas de 315 km/h, acrescentou o órgão mexicano.

Às 22h15 locais (1h15 de Brasília da sexta-feira), o SMN atualizou seu boletim e indicou que Patricia é um “furacão extremamente perigoso que deve favorecer a ocorrência de chuvas intensas e torrenciais nos estados do sul e do oeste do país”.

O SMN estabeleceu, em coordenação com o Centro Meteorológico Regional Especializado (CMRE) em Miami, nos Estados Unidos, uma área de prevenção por efeitos de furacão que vai desde o estado de Nayari até Michoacán, no sudoeste do país.

Patricia pode trazer chuvas intensas e torrenciais nos estados de Michoacán, Guerrero, Colima, Jalisco, Nayari e Oaxaca.

Além disso, o SMN advertiu que “a nebulosidade trazida por Patricia chegará ao centro do país e favorecerá a ocorrência de chuvas muito fortes em Guanajuato, Estado do México e Morelos, além de chuvas fortes em Zacatecas, no Distrito Federal e em Querétaro”.

A agência recomendou à população em geral e à navegação marítima um aumento das precauções por chuvas, vento e ondulações. Além disso, orientou que as pessoas devem estar atentas às recomendações das autoridades do Sistema Nacional de Defesa Civil em cada entidade.

De acordo com as previsões, Patricia ficará nesta sexta-feira às 07h00 locais (10h00 de Brasília) a 235 quilômetros de Manzanillo, com ventos constantes de 270 km/h e rajadas de 325.

A Secretaria de Governo do país declarou na tarde de hoje o “estado de emergência extraordinário” para dez municípios de Colima, 12 de Nayari e 34 de Jalisco “pela iminência e alta probabilidade de impacto do furacão Patricia”.

O secretário de Governo, Miguel Ángel Osorio, deu instruções para a instalação, com caráter permanente, do Comitê Nacional de Emergências, no qual participam representantes de cada uma das dependências e estados que integram o Sistema Nacional de Defesa Civil.

O governo mexicano “ativou todos os seus protocolos de preparação e resposta, a fim de reagir com oportunidade aos problemas que podem ser causados pela passagem do furacão Patricia e as chuvas derivadas deste fenômeno”, indicou a Secretaria de Governo.(Terra/EFE)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.