Brasil

Geladeira coletiva oferece comida gratuita em várias cidades do país

Redação
Escrito por Redação

A ideia de geladeira coletiva já foi lançada em vários países europeus como forma de evitar o desperdício de alimentos. A iniciativa está se proliferando no Brasil, com o objetivo também de ajudar as pessoas mais pobres.

A Gazeta do Povo conta que, na maioria das situações, ações individuais e de voluntários mantêm o eletrodoméstico em calçadas, permitindo a doação e retirada de comida 24 horas por dia.

As geladeiras coletivas já estão funcionando em Porto Alegre, Goiânia, Sorocaba, Taubaté, Joinville e Salvador. No Paraná, o projeto de Foz do Iguaçu ganhou visibilidade e é mantido pela Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila) e a Secretaria Municipal de Ação Social.

O projeto foi instalado em dezembro de 2015. “O objetivo principal é evitar o desperdício de alimento, então fica disponível para pobres, ricos, quem quiser. Há uma estimativa mundial de que 15% do alimento elaborado é jogado no lixo, mesmo estando bom para o consumo”, explica Carmen Gamarra, professora de Saúde Coletiva da Unila e uma das coordenadoras do projeto.

Alunos venderam uma rifa e o dinheiro arrecadado foi usado para comprar a geladeira. “Há muitos voluntários que levam comida, mas logo alguém pega. Nossa intenção é que ela fique mais cheia”, conta Carmen.

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.