Entretenimento

Gentili é acusado por Trajano por apologia ao estupro

Apresentador Danilo Gentili/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

O apresentador Danilo Gentili, do SBT, interpelou o comentarista José Trajano para que ele explique alguns comentários feitos durante o programa Linha de Passe, da ESPN Brasil, no último dia 27 de maio.

Gentili foi acusado por Trajano de fazer apologia ao estrupo. O valor da ação de Gentili por injúria é de R$ 1 mil.

“O renomado jornalista Interpelado, ao fazer uso da palavra e do espaço concedido pela emissora no programa que integra, asseverou enfaticamente que um comediante que havia comparecido à emissora na semana anterior seria a favor da violência contra as mulheres e, pior, fazia apologia ao gravíssimo crime de estupro”, apresenta o processo.

Apresentador Danilo Gentili/Foto: Divulgação

Apresentador Danilo Gentili/Foto: Divulgação

No programa citado, Trajano criticou a própria emissora por ter recebido um humorista, mas não especificou o nome. Isso porque Gentili esteve na ESPN poucos dias antes.

“Porque o canal abrigou esta semana um personagem engraçadinho, que se porta como se fosse um sujeito que faz apologia do estupro. Em nome do humor, dizendo que no humor cabe tudo. Esse grupo ficou irritado e enojado com a presença dele”, disse Trajano, no Linha de Passe.

Segundo o UOL, a assessoria do SBT e de Gentili foi contatada para comentar o ocorrido, mas o apresentador ainda não se pronunciou.

Trajano foi além e disse que Gentili quer se promover com ação judicial. “Não fui notificado. Isso [interpelação de Gentili] é uma aberração, sem o menor sentido. Ele quer notícia. Quer aparecer. Se ele quer ir por esse caminho, irei tranquilamente”, disse Trajano, nesta segunda-feira.
Pouco depois da declaração de Trajano, Gentili se pronunciou nas redes sociais.

”Ontem [27 de maio de 2016], retiraram de contexto um post meu de 2012, em que eu ironizava mais uma das estúpidas polêmicas do Big Brother, e o publicaram como se fosse um comentário a favor do estupro da menina do Rio de Janeiro, ocorrido nesta semana, em 2016, portanto. Conseguiram o que queriam: a ira e o repúdio de muita gente contra mim…É assim que funciona a máquina de moer reputações. E você, que está lendo isto agora, paga por ela… O militante petista Trajano, usando seu distintivo de jornalista, ontem me acusou na televisão de um crime que jamais cometi (e com certeza jamais cometeria). Ao contrário do que esse povo diz, eu não acho que todo homem é um estuprador em potencial, pois eu sou homem e abomino o estupro”, escreveu.

Fonte: NOTÍCIAS AO MINUTO

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.