Amazonas Destaques Formal & Informal

Governador recusa “pedido de socorro” de deputado pego com pescado ilegal

Deputado Orlando Cidade (PTN), tentando usar o jogo de influencia junto ao governo do Amazonas.
Deputado Orlando Cidade (PTN), tentando usar o jogo de influencia junto ao governo do Amazonas.
Redação
Escrito por Redação

Se depender da tropa e da Associação dos Praças do Estado do Amazonas (APEAM), entidade que representa os PMs, o deputado Orlando Cidade (PTN) vai estar bem encrencado.

Isso porque o presidente da APEAM, Gerson Feitosa, disse que vai ingressar com um pedido de cassação do deputado por quebra de decoro parlamentar. No último domingo, durante uma apreensão de pescado ilegal em Manacapuru, o deputado além de destratar os policiais militares do Batalhão Ambiental, ainda se achou no direito de ligar para o governador José Melo, pedindo a intervenção do mesmo, em seu favor.

Pior de tudo é que o governador José Melo (PROS), não deu importância para a ligação do parlamentar e nem ao seu pedido de socorro. Além de não intervir em nada, José Melo, também, não deve “mover uma palha” em favor de Orlando Cidade em relação às consequências que deve sofre, em função dos seus atos, na Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

De acordo com Gerson Feitosa, presidente da APEAM, os policiais estão revoltados e afirmam que irão apelar para seu dois representantes na Aleam, Platini Soares e Cabo Maciel, para que pressionem os demais deputados a apoiarem a cassação do mandado de Orlando Cidade.

Deputado Orlando Cidade (PTN), tentando usar o jogo de influencia junto ao governo do Amazonas.

Deputado Orlando Cidade (PTN), tentando usar o jogo de influência junto ao governo do Amazonas.

A APEAM divulgou nota repudiando atitude do deputado. Confira:

A Associação dos Praças do Estado do Amazonas (APEAM) vem a público repudiar veementemente a postura do Deputado Estadual Orlando Cidade que tentou INTIMIDAR e OBSTRUIR o trabalho dos Policiais Militares do Batalhão Ambiental ontem (10/07), durante uma apreensão de pescado ilegal, em Manacapuru/AM.

O parlamentar inclusive faz uma ligação ao Governador José Melo para reclamar da ação dos PMs. É notório o tráfico de influência e constrangimento ilegal praticado pelo Deputado Orlando Cidade. Lamentamos o comportamento de uma pessoa pública que deveria fiscalizar e zelar pelo cumprimento da lei, mas estava tentando obstrui-la, e intimidando os agentes da segurança pública que tentavam cumpri-la.

Pego com a mão na botija, Orlando Cidade quis agredir todo o Batalhão Ambiental.

Pego com a mão na botija, Orlando Cidade quis agredir todo o Batalhão Ambiental.

Parabenizamos aos Policiais do Batalhão Ambiental pela excelente ação e colocamos à disposição o setor jurídico da APEAM para total apoio. Ressaltamos ainda que estes bons profissionais NUNCA devem se intimidar por quem quer que seja, pois estão apenas cumprindo seu dever em prol da sociedade amazonense.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.