Amazonas Destaques Política

Governo do AM e Microsoft assinam protocolo para uso de tecnologia digital

José Melo(E) e representantes da Microsoft, assinam protocolo/Foto: Roberto Carlos
José Melo(E) e representantes da Microsoft, assinam protocolo/Foto: Roberto Carlos
Redação
Escrito por Redação
José Melo(E) e representantes da Microsoft, assinam protocolo/Foto: Roberto Carlos

          José Melo(E) e representantes da Microsoft, assinam protocolo/Foto: Roberto Carlos

Ontem, sexta-feira (26), o governo do Amazonas e a empresa Microsoft, assinaram um protocolo, através do qual, a multinacional disponibilizará programas e plataformas tecnológicas para serem utilizadas nas mais diversas áreas públicas. No documento, chamado de Memorando de Entendimento, assinado pelo governador José Melo e um grupo de executivos da Microsoft no Brasil, apresenta todas as soluções disponíveis para serem usadas, gratuita e, principalmente, nas áreas educacionais, de capacitação e empreendedorismo.
De acordo com José Melo, além de trazer mais celeridade ao processo de gestão em todos os setores doe governo, a parceria é fundamental para áreas como o da educação. “Permite que a sociedade possa ser incluída em todo esse processo de modernidade de crescimento das novas tecnologias. Temos buscado estas parcerias. Hoje é com a Microsoft, que está aqui abrindo um leque enorme na educação, na área do social, do empreendedorismo, permitindo que a gente, com essas ferramentas, possa acessar melhor aos mercados e, na outra via, a nossa sociedade, a nossa juventude, possa vir se aprimorar nesse sentido”, afirmou o governador.

Participaram, também, da reunião, além dos executivos da Microsoft, a presidente do Fundo de Promoção Social (FPS), a primeira-dama do Estado, Edilene Gomes de Oliveira, o secretário Estadual de Educação, Algemiro Ferreira Lima, o secretário Estadual de Trabalho, Isashi Toyoda, a diretora do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), Joésia Pacheco e o diretor presidente da Prodam, empresa de Processamento de Dados do Amazonas, Márcio Silva Lira,

Para o governador, o grande impacto do uso das ferramentas é no empreendedorismo.  “Como todos sabem, por conta da crise, o desemprego no Brasil e aqui no Estado foi muito grande. Portanto, na medida em que você prepara um jovem no mercado de trabalho ele abre  uma empresa, gera emprego, renda. É nesta linha que a gente está indo”.

O diretor presidente da Prodam, Márcio Silva de Lira, explicou que as vantagens são inúmeras e abrangem setores que vão da educação à gestão. “Nós vamos ter oportunidade de ter acesso a programas mundiais da Microsoft que fomenta o empreendedorismo digital. Vamos ter acesso a plataforma mundial colaborativa, que permite que professores e alunos da rede estadual de ensino possam ter acesso ao que está acontecendo em todo mundo e uma plataforma de ensino on line”, enumerou.

Já o Cetam segundo ele, vai poder oportunizar para os alunos e para a população o acesso ao treinamento tecnológico com sistemas da Microsoft. Outro órgão que será beneficiado é o Fundo de Promoção Social (FPS), que poderá disponibilizar às organizações vinculadas o acesso a sistemas gratuitos de gestão. “Vamos garantir também que a Seduc permita que os alunos e professores acessem sistemas da Microsoft, gratuitamente. Isso tudo de maneira transparente simples e modernizando cada vez mais a gestão ou áreas transversais do governo”, observou.

O diretor do Setor Público da Microsoft, Milton Larsen Burgese, também ressaltou a importância dos programas disponibilizados para o processo educacional. “É um programa dividido em dois blocos. Tem a parte educacional e de empreendedorismo. Na Microsoft, a gente trata esse programa com o nome de jornada empreendedora . O programa se inicia no final do ciclo fundamental um, fundamental dois e vai até o final da jornada no ambiente escolar e, principalmente, após o término do ambiente escolar. Então, o grande diferencial, na verdade, é quando a gente trata Ensino Médio, pregando essa questão do empreendedorismo e oferecendo uma série de serviços que possibilitam com que esse empreendedor coloque, na verdade, a ideia ou a empresa que ele tá trabalhando em pé para o mercado”.

Benefícios da parceria:

Disponibilização de conteúdos para autoinstrução online e gratuito de capacitação em TI para compor a grande curricular ou através da MVA (Academia Virtual Microsoft);

. Facilitação de acesso a software Microsoft para os alunos da rede pública e privada através do programa DreamSpark Standard;

·Disponibilização gratuita da solução Office 365 em uma versão totalmente online específico para Secretaria de Educação;

·Apoio para promover a inovação em sala de aula através do registro ao maior portal de colaboração mundial para professores e diretores de escolas;

·Doação de softwares Microsoft, disponíveis através de seu programa de doações e em conformidade com suas políticas internas relacionadas, para Organizações Não Governamentais;

·  Disponibilização do aplicativo “Microsoft Cidadão Conectado” que permite que cidadão e poder público possam interagir através da fiscalização de dificuldades;

·    Avaliação da possibilidade de adesão ao Programa BizSpark de fomento ao empreendedorismo e desenvolvimento de empresas iniciantes (startups);

·    Garantir transparência e resposta aos órgãos de controle (MP, TCE, etc) quando relacionados ao atendimento ao cidadão;

·   Melhorar o nível de qualificação do jovens através da tecnologia.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.