Amazonas Cultura

Grandes heróis são destaques na mostra de Cinema Venezuelano

Bolivar,...na mostra de cinema Venezuelano/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Manaus recebe a Mostra de Cinema da Venezuela, nos próximos dias 11, 12 e 13 de novembro, numa realização da Secretaria de Estado da Cultura em parceria com o Consulado Geral da Venezuela. Serão três filmes em destaques, com entrada franca, no Teatro Gebes Medeiros, dentro do Ideal Clube), sempre às 18h30.
De acordo com o governador do Amazonas, José Melo, o grande objetivo de projetos como este é estreitar laços com outros países, no caso a Venezuela. “Com a mostra de cinema, vamos estreitar ainda mais laços culturais entre Brasil e Venezuela, mostrando ao nosso público uma cultura diferente, nas histórias contadas por meio da Sétima Arte”, declarou.

A programação iniciará na quarta-feira (11), com o filme “Bolivar, O Homem das Dificuldades” (2013), com direção de Luis Alberto Lamata. Na quinta (12), será exibido “Zamora, Terra e Homens Livres (2008), com direção de Román Chalbaud. E, para encerrar, na sexta-feira (13), o filme em cartaz será “Manuela Saenz, a Libertadora do Libertador” (2000), de Diego Risquez.

Para o secretário de Estado da Cultura, Robério Braga, a importância da Mostra Venezuelana está no destaque de ídolos e ícones daquele país como Símon Bolivar. “Trata-se de uma mostra imperdível, de grande conhecimento cultural”, disse.

CINEMA VENEZUELANO

O cinema como forma de entretenimento, começa a se realizar na Venezuela, aproximadamente, no ano de 1896, e através da historia, a atividade cinematográfica, na Venezuela, tem servido para representar a realidade política e social do país, além de ser um veiculo para mostrar ao publico os homens e mulheres que tem influenciado o desenvolvimento histórico da pátria bolivariana.

Nesta ocasião, o Consulado Geral da Republica Bolivariana da Venezuela em Manaus, quer apresentar ao publico amazonense, uma mostra de três filmes de valor histórico, que nos mostra três personagens e sua atuação, em momentos de grande importância para a conquista da liberdade e independência na Venezuela e na America Latina.

Para mais informações sobre outras ações, projetos e atividades desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Cultura, acesse facebook.com/culturadoamazonas e o Portal da Cultura www.cultura.am.gov.br

PROGRAMAÇÃO

DIA 11/ NOV – QUARTA-FEIRA

Bolívar, O Homem das Dificuldades (2013) – 117 min – Biografia

Direção: Luis Alberto Lamata

Protagonista: Roque Valero

Corre o ano de 1815 e cai a Segunda República. O grande derrotado é Simon Bolívar, recém-nomeado Libertador, que saiu fugitivo de Cartagena. Bolívar chega à Jamaica em meio às piores dificuldades, sem dinheiro nem amigos. Busca ajuda de outras nações para libertar a América. O presidente do então rebelde Haiti aceita recebê-lo e ouvir suas propostas. Esta notícia lhe devolve o ânimo, mas o que ignora é que na Ilha está formado um complô para assassiná-lo. A conspiração falha, mas Bolívar sai do Haiti muito abatido.

Ainda no Haiti e enfrentando vozes contrárias, Bolívar propõe libertar os escravos para o escândalo de muitos, mas será esta proposta que mudará os ventos da vitória a seu favor.

Bolívar zarpa do Haiti como comandante de uma pequena, mas valente frota, disposta a dar a vida por seus ideais. Inicia-se uma nova batalha das muitas que livrarão o Homem das Dificuldades por trazer a liberdade à América hispânica.

DIA 12/ NOV – QUINTA-FEIRA

Zamora, Terra e Homens Livres (2008) – 128 min – Histórico

Direção: Román Chalbaud

Protagonista: Alexander Solórzano.

Venezuela, Meados do século XIX. A polarização entre Liberais e Conservadores marcava a agenda política. As desigualdades da sociedade colonial mantinham camponeses e escravos sob o jugo da oligarquia. Em uma época de dificuldades e enfrentamentos sociais, Ezequiel Zamora mobilizado por profundos ideais de liberdade lidera uma luta que tenta apagar as desigualdades sociais e dividir equitativamente as terras.

Zamora, Terra e Homens Livres é um filme sobre um homem que quiseram apagar da história.

DIA 13/ NOV – SEXTA-FEIRA

Manuela Saenz, a Libertadora do Libertador (2000) – 97 min – Drama

Direção: Diego Risquez

Protagonistas: Beatriz Valdéz, Mariano Alvarez e Juan Manuel Montesinos

História contada a partir da perspectiva do jovem Herman Melville, que conhece Manuela já anciã, no porto peruano de Paita. A narração é um longo ir e vir pelas lembranças que ela conta ao futuro escritor de Moby Dick, sobre sua história de amor com o Libertador e as traições e desenganos dos primeiros anos de vida republicana.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.