Cidades

Grupo que recebia ordens de dentro da cadeia é preso em Manaus

O grupo foi preso após denúncia anonima sobre a venda de drogas - foto: divulgação
Redação
Escrito por Redação
O grupo foi preso após denúncia anonima sobre a venda de drogas - foto: divulgação

O grupo foi preso após denúncia anonima sobre a venda de drogas – foto: divulgação

Oito pessoas presas por envolvimento com o tráfico de drogas, foram apresentadas na manhã de sexta-feira (23), no prédio da Delegacia Geral da Polícia Civil, na Zona Centro-Oeste de Manaus. As prisões dos suspeitos ocorreram na quarta-feira (21) e quinta (22).

Entre os presos estão Adailson Souza de Almeida, conhecido como o Dedão, de 20 anos, Anderson da Costa Alemeida, de 20 anos, Abed Vitorino Pena Neto, de 21 anos, Deyse Mara Corrêa Coelho, de 26 anos, Derik Silva de Moraes, de 26 anos, Orilene da Cruz Ribeiro, de 26 anos, Eronilson Moreira Batita, de 27 anos, e Viviane Ribeiro Cruz, de 39 anos.

De acordo com o diretor do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), delegado Juan Valério, dois homens foram presos por extorquir R$ 15 mil de um açougueiro, de 43 anos, motivado por extravio de uma remessa de entorpecentes na capital.

“As prisões dos suspeitos ocorreram mediante denúncia anônima, o qual informava sobre a venda de drogas nas Zonas Norte e Oeste da cidade”, explicou o diretor do DRCO.

Durante as diligências Adailson, Deyse, Derik, Viviane e Orilene foram presos no bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte. Com eles, os policiais apreenderam 206 trouxinhas de maconha, três porções da mesma substância, quatro trouxinhas de cocaína, a quantia de R$ 1 mil em dinheiro, uma balança, joias, três celulares e materiais para embalagem dos entorpecentes.

Durante a ação policial, constatou-se que parte da droga pertencente a esse grupo havia sido extraviado no bairro Compensa, Zona Oeste, e que eles estavam ameaçando e extorquindo uma família.

Na Rua Valiente, bairro Compensa, os policiais efetuaram as prisões de Abed e Eronilson, ocasião em que os dois suspeitos estavam recebendo R$ 13 mil, da vítima, um açougueiro, de 43 anos, referente à droga, que supostamente teria sido roubada pelo filho do comerciante, que por sua vez já tinha repassado a quantia de R$ 2 mil e havia ficado de dar o resto do dinheiro.

Na delegacia, o jovem negou ter roubado os entorpecentes pertencentes ao grupo criminoso.
Já Anderson foi preso na Rua São Paulo, também no bairro Compensa. Com ele, foi apreendido meio quilo de cocaína, em um local que funcionava como um laboratório para o refino e preparo de entorpecentes.

O delegado ressaltou que as ordens para extorquir a família e vender as drogas na cidade partiram de dentro do sistema penitenciário.

“Ainda estamos investigando um detento e não podemos revelar o nome dele, para não atrapalhar as investigações”, explicou o delegado.

Adailson, Orilene, Deyse e Derik foram autuados por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores. Abed e Eronilson foram autuados por extorsão e associação para o tráfico. Anderson e Viviane foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Os homens foram levados para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus. Já as mulheres foram conduzidas para o Centro de Detenção Provisório Feminino (CDPF), no quilômetro 8, da Rodovia BR-174.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.