Cidades

Há quatro dias em Manaus, filho de investigador da PC pede ajuda pra localizar parentes

Escrito por Kamyla Gomes

Há quatro dias em Manaus, o mecânico Cásio Fonseca de Brito, de 27 anos, residente na cidade de Tumeremo, na Venezuela, compareceu à sede da Delegacia Geral na manhã desta quinta-feira (22), para solicitar a colaboração da instituição na divulgação da história dele, com o intuito de identificar familiares paternos na capital.

De acordo com Cásio, ele é filho do investigador de Polícia Roberto de Melo e Silva, falecido em 1998, aos 52 anos.

O mecânico veio ao Brasil com a intenção de conhecer os parentes pela parte de pai. Ao chegar à Delegacia Geral, foi informado pela escrivã Graça Waughan, que atua na Subgerência de Arquivo da instituição, que o investigador Roberto de Melo morreu em um acidente ocorrido no Rio Negro há 17 anos.

A servidora relatou que o policial civil estava em uma balsa quando se desequilibrou e caiu na água. “O caso foi investigado, mas o corpo nunca foi encontrado. Lamentamos muito na época. Roberto era um investigador habilidoso”, disse.

Emoção

Durante o encontro o mecânico ficou visivelmente emocionado ao ver uma foto do pai pela primeira vez, guardada por Graça Waughan. A semelhança física entre eles foi algo notado por ambos. Cásio confidenciou na ocasião que o nome e a profissão do genitor foram revelados quando ele completou 12 anos de idade, mas somente em junho de 2014 a mãe do mecânico resolveu fornecer outros detalhes.

“Minha mãe preferiu omitir essas informações durante muitos anos.  Talvez porque o relacionamento de dois anos que eles mantiveram, antes de eu nascer, não tenha dado certo. Só agora descobri a minha verdadeira história. Meu coração acelerou quando vi a foto do meu pai”, declarou.

Expectativa

Na expectativa de encontrar os parentes, o rapaz conta agora com o  apoio da imprensa local para realizar este sonho. Questionado sobre como reagiria caso tivesse o objetivo alcançado, o mecânico comentou que ficaria lisonjeado e eternamente grato a Deus pela oportunidade.  Ele destacou, ainda, que não está em busca de bens materiais.

“Sou financeiramente independente. Já casei, mas não tenho filhos ainda. Quero muito poder conhecer meus parentes em Manaus, realizar este sonho. Estou bastante otimista”, concluiu Cásio.

Quem puder colaborar com informações que levem ao paradeiro dos familiares de Roberto de Melo e Silva, pedimos que entre em contato pelos números da Assessoria de Imprensa: (92) 3214-2250, 3214-2262 ou 99962-2358. Também dispomos de endereço eletrônico: pcam.imprensa @gmail.com. Desde já agradecemos a boa vontade de todos em ajudar Cásio a encontrar os parentes.

Com informações da assessoria de comunicação

 

 

 

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.