Amazonas Formal & Informal

Hissa culpa Arthur pelas péssimas condições das escolas de Manaus

Arthur Neto sendo criticado pelas péssimas condições nas escolas municipais de Manaus.
Arthur Neto sendo criticado pelas péssimas condições nas escolas municipais de Manaus.
Redação
Escrito por Redação

O deputado federal Hissa Abrahão (PPS-AM) lamentou o estado em que se encontram as escolas municipais da capital amazonense e culpou o prefeito Arthur Neto.

Hissa levou ao conhecimento dos parlamentares, em Brasília, a situação dos colégios Professor Raimundo Gonçalves, bairro Zumbi, e Carolina Perolina Raimunda Almeida, bairro São José, ambas na Zona Leste. Na última terça-feira (23), devido à chuva que atingiu a cidade, as escolas foram inundadas e os alunos tiveram as aulas suspensas.

“Quando chove um pouco mais forte, os telhados das escolas não suportam e as crianças têm de abandonar as salas, rapidamente, porque o forro desaba e a sala vai alagar. E vale ressaltar que são escolas que passaram por reformas inapropriadas. Infelizmente o conserto que ocorreu foi de fachada, de lambança”, comentou.

O vice-líder do PPS na Câmara cobrou mais seriedade da atual gestão municipal em relação à situação das escolas. “Eu participei do desenho do projeto que foi vitorioso, mas não tive o prazer de participar ativamente da execução do projeto. Falta gestão humana. O atual prefeito foi um bom senador porque pensa como político. Mas está sendo ruim como gestor porque não tem visão humana e esquece os problemas sérios enfrentados diariamente pelas nossas crianças”, disse.

Ponte

Hissa citou ainda a repercussão na mídia amazonense sobre péssima situação dos moradores dos bairros Novo Aleixo e Tancredo Neves, zonas Norte e Leste, respectivamente, que, atravessam o igarapé do Mindu, após o desabamento de uma ponte metálica que ligava as duas comunidades.

O parlamentar amazonense comparou o local com a ponte sobre o igarapé do Gigante que liga os bairros Tarumã e Ponta Negra, ambos na Zona Oeste. “A ponte com metro quadrado mais caro que a da ponte rio Negro foi construída em um tempo recorde.

Enquanto muitas crianças se arriscam atravessando o igarapé do Mindu, a prefeitura prefere priorizar ponte como a da Ponta Negra. Falta visão humana e prioridade com o povo das zonas Leste, Norte e rural”, declarou o deputado.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.