Cidades

Homem é preso após matar assaltante com vários golpes de barra de ferro, em Manaus

Redação
Escrito por Redação

O auxiliar de logística, Diogo Santos da Silva, o ‘Gana’, de 28 anos, foi apresentado na manhã desta sexta-feira (22), no prédio da Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS), como o autor do assassinato de Sirley Ramos Alecrim, conhecido como ‘Nego’. A vítima foi morta com vários golpes de barra de ferro. O fato ocorreu na manhã de quinta-feira (21), por volta das 6h30, na Avenida Autaz Mirim, no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus.

De acordo com o titular da DEHS, delegado Ivo Martins, Diogo foi preso por volta das 8h, pelos investigadores da Polícia Civil, nas proximidades do local crime, após populares que presenciaram o delito informarem o paradeiro do autor. Diogo foi visto correndo em direção ao Conjunto Amazonino Mendes (Mutirão), mas foi alcançado e interceptado.

Em depoimento na unidade policial, Diogo confessou a autoria do crime, mas alegou que na noite de quarta-feira (20), quando seguia para a casa de um irmão, foi abordado por Sirley e o comparsa, não identificado. A dupla estava armada de um punhal e roubou um moletom preto que vestia.

Diogo foi autuado em flagrante por homicídio qualificado, por motivo fútil - fotos: divulgação/Polícia Civil

Diogo foi autuado em flagrante por homicídio qualificado, por motivo fútil – fotos: divulgação/Polícia Civil

“A dupla teria o ameaçado com um punhal e pedido um celular, como não tinha nada, teve o moletom roubado. Um dos suspeitos ainda teria tentando esfaqueá-lo, mas ele conseguiu fugir. Quando retornava para a residência da mãe, durante a manhã de quinta, avistou a dupla, foi quando se armou de uma barra de ferro e caminhou em direção dos suspeitos. O comparsa conseguiu fugir, mas Sirley foi atingido com vários golpes de barra de ferro e morreu no local”, explicou o delegado Ivo Martins.

O delegado Ivo Martins ressaltou que Diogo não tinha antecedentes criminais. Já Sirley havia sido preso em abril deste ano, por roubo, e estava respondendo ao processo em liberdade provisória.

Diogo foi autuado em flagrante por homicídio qualificado, por motivo fútil. Ele foi encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoas, no Centro da capital amazonense, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.