Mundo

Homem vai a hospital com fraqueza nas pernas e descobre que possui apenas metade do cérebro

exame
Redação
Escrito por Redação

Um homem que foi para o hospital com uma perna ferida descobriu que ele só tinha metade do cérebro.

A descoberta bizarra foi feita após o paciente de 44 anos foi para o hospital na França queixando-se de fraqueza na perna.

Os médicos ficaram perplexos com a forma como o homem, que não foi identificado, tinha sobrevivido todo esse tempo.

Isto fez com que cientistas comentassem na revista médica The Lancet a conclusão de que a inteligência de uma pessoa e o tamanho do cérebro não se relacionam tanto como se pensava.

Lionel Feuillet, que estudou o cérebro do homem, disse: “Todo o cérebro era reduzido – frontal, parietal, lobos temporal e occipital – em ambos os lados esquerdo e direito. Estas regiões controlam o movimento, a sensibilidade, a linguagem, visão, audição, e emocional, além das funções cognitivas.”

Na época os médicos aplicaram derivações na cabeça que drenaram um pouco do fluido.

As derivações foram removidas quando o paciente tinha 14 anos, e acredita-se que nos próximos 30 anos o fluido continuou lá e lentamente quebrar a matéria do cérebro até que ele perdesse 50% a 75% dele.

Incrivelmente o homem viveu uma vida normal, sem perceber que ele tinha o problema.

O único problema que teve foi ter um pouco menos do que o QI médio.

Desde a descoberta, em 2007, médicos têm drenado muito do fluido no cérebro.

Um estudo de cientistas sobre a condição do homem acredita que o paciente sobreviveu porque seu cérebro se reorganizou ao longo do tempo.

Como pedaços de cérebro morreram, outras partes assumiram os postos de trabalho que as áreas mortas faziam.

Fonte: Metro

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.