Amazonas Destaques Saúde

Hospital Adriano Jorge realiza primeira cirurgia neurológica de alta complexidade

Equipe procede a cirurgia de aneurisma/Foto: Assessoria
Equipe procede a cirurgia de aneurisma/Foto: Assessoria
Redação
Escrito por Redação

A Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), no Amazonas, realizou no fim de semana, a primeira cirurgia neurológica de alta complexidade da história da instituição. A beneficiada pelo procedimento foi uma paciente de 31 anos, que sofreu um acidente vascular cerebral (AVC), e estava internada no Hospital e Pronto-Socorro Dr. João Lúcio Machado, sendo acompanhada pelo serviço de neurologia da unidade de urgência.
O secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza, disse que a parceria entre as duas unidades da rede estadual, é mais uma medida destinada a agilizar o atendimento aos pacientes internados, que necessitam de procedimentos cirúrgicos. Até aqui, os pacientes com indicação de clipagem de aneurisma cerebral, caso da pessoa operada neste final de semana no Adriano Jorge, realizavam o procedimento no Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) – unidade da Universidade Federal do Amazonas conveniada ao SUS – ou eram atendidas pelo serviço de Hemodinâmica da Fundação do Coração Francisca Mendes, para embolização do aneurisma.

“Estamos preparando o Hospital João Lúcio, com a aquisição de novos equipamentos e, em breve, a clipagem de aneurisma cerebral poderá ser feita na própria unidade. Enquanto finalizamos este processo, teremos o reforço da Fundação Adriano Jorge que dispõe de equipamentos que permitem atender esta demanda”, destacou o Pedro Elias.

O diretor-presidente da FHAJ, Alexandre Bichara, explica que a parceria prevê que o Adriano Jorge disponibilize a sua estrutura (centro cirúrgico, equipamentos e equipe de enfermagem) para a realização das cirurgias. Os procedimentos são executados pela equipe de neurocirurgiões do HPS João Lúcio. “Nos organizamos para permitir que, aos sábados, a agenda de procedimentos do nosso centro cirúrgico inclua o atendimento a pacientes da neurocirurgia do João Lúcio. Esta parceria representa um ganho importante para os pacientes que aguardam pelo procedimento”, disse Bichara.

Segundo o diretor do HPS João Lúcio, José Jorge Pinheiro, a expectativa é que, num prazo de dois meses, a unidade passe a realizar a clipagem de aneurisma.“O processo de compra do microscópio especial que nos permitirá realizar o procedimento já está bastante avançado”, disse José Jorge.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.