Amazonas Cultura

I Mostra do Cinema, em Manaus, tem programação até quarta-feira (16)

Mostra de Cinema até quarta-feira/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Palestras sobre a produção de documentários na Amazônia nos dias 14 e 15 de dezembro e a exibição do longa-metragem de Jorge Bodansky, no dia 16, com a presença do cineasta, encerram a programação da I Mostra do Cinema Amazonense.
Na segunda e terça-feira, das 18h00 às 21h00, no espaço do Museu da Amazônia (Musa), no Largo de São Sebastião, serão realizadas respectivamente as palestras “Documentário na Amazônia”, ministrada por Bruno Villela e  Gustavo Soranz e “Construção de Documentário”, pelo premiado diretor amazonense Aldemar Matias.

Bruno Vilella é roteirista da TV Cultura do Amazonas e ministrou módulo da turma de audiovisual da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Gustavo Soranz é professor do curso de Comunicação Social da Uninorte/Laureate e doutorando na Pós-Graduação Multimeios da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Aldemar Matias que fará a palestra no dia 15, é cineasta amazonense com trabalhos realizados no Amazonas e em Cuba. Tem entre os trabalhos os premiados “A Profecia de Elizon”, “Parente”, “El Enemigo” e “When I Get Home”.

Bodansky

Cineasta, fotógrafo e com alguns trabalhos voltados para a Amazônia, Jorge Bodansky vem para Manaus no próximo dia 16 para o encerramento da I Mostra do Cinema Amazonense, que acontece às 19h, na sede da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), na rua Álvaro Braga, 351, no Parque Dez, com a exibição do longa-metragem documental “No meio do rio, entre as árvores”, de Bodansky.

O cineasta tem uma filmografia de 29 obras, sendo a mais conhecida “Iracema – uma Transa Amazônica” (1976) com Paulo Cesar Peréio, que mostrava o processo predatório de ocupação da região e que foi censurado pela Ditadura Militar sendo exibido apenas em 1981. “No meio do rio, entre as árvores” foi realizado em 2010 em Unidades de Conservação do Amazonas, com apoio da FAS e Bradesco.

A I Mostra do Cinema Amazonense é um evento independente, organizado pelo Fórum do Audiovisual do Amazonas e exibe, desde o dia 09 de dezembro, 25 filmes de produtores locais – entre eles o longa-metragem “A Floresta de Jonathas”, de Sérgio Andrade. A programação também integra palestras, mesas-redondas, oficinas e seminários com o objetivos divulgar o cinema local, incentivar a produção de filmes no Amazonas e discutir meios e estratégias para a distribuição da produção audiovisual e formação de plateia para o cinema amazonense.

Os eventos acontecem em locais diferentes da cidade. Os filmes estão sendo  exibidos no Teatro Gebes Medeiros e Universidade Federal do Amazonas (Ufam), as oficinas, no Casarão de Ideias e Ufam. Toda a programação é gratuita e aberta ao público.

A I Mostra do Cinema Amazonense conta com o apoio da Fundação Amazonas Sustentável (FAS), Governo do Estado (TV Cultura, Secretaria de Cultura, UEA e Amazonas Film Commission), Ufam (N-Linguagens e Programa de Pós Graduação em Letras-PPGL), Museu da Amazônia (MUSA), Cine SET, Casarão de Ideias, Amazonas Film Productions, Olha Já Filmes, Artrupe Produções e Restaurante Ló de Maria. A programação completa pode ser acessada na página da I Mostra no Facebook: https://www.facebook.com/mostradocinemamazonense.

Seleção de filmes

Os filmes passaram pela curadoria de Caio Pimenta, Ivanildo Pereira e Abrahim Baze Jr. e representam um panorama do que foi produzido no estado nos últimos dois anos, período em que não houve realização do Amazonas Film Festival. Os filmes também são exibidos das 12h às 14h, no auditório Rio Javari da Faculdade de Tecnologia da Ufam.

Após a realização da mostra os filmes serão exibidos pela TV Cultura do Amazonas durante a programação de janeiro e fevereiro de 2016.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.