Amazonas Política

Inaugurada a nova sede da Liga Amazonense Contra o Câncer, em Manaus

Melo inaugura sede da LACC/Foto: Valdo Leão
Redação
Escrito por Redação

Em solenidade presidida pelo governador José Melo, foi inaugurada ontem (15), a nova sede da  Liga Amazonense Contra o Câncer (LACC), na zona centro-oeste de Manaus, espaço construído com apoio do governo estadual, para beneficiar mais de mil pessoas que estão em tratamento da doença.
“Esse é um espaço muito significativo, pois a Liga Amazonense Contra o Câncer desenvolve um trabalho de uma reunião de pessoas que dão tudo de si para aliviar o problema de quem sofre com câncer. Eles estavam, há muito tempo, tentando construir essa sede. Começou há dez anos, com o apoio do Serafim (Corrêa), teve o trabalho do antigo CDH, da ex-primeira-dama Sandra Braga, continuou no governo do Omar (Aziz) e finalmente agora a gente conclui e reequipa. Muitas mãos trabalharam aqui de forma positiva”, destacou o governador.

A ONG de apoio a pacientes oncológicos atendidos pelo SUS no Amazonas oferece hospedagem de pacientes oriundos do interior e que buscam atendimento na capital. O prédio de três andares, que custou cerca de R$ 6 milhões, tem uma área construída de 2.058 metros quadrados e  está localizado na rua Manoel de Nóbrega, no Dom Pedro. Além de recursos do Fundo de Promoção Social (FPS), parte do valor (R$ 250 mil) foi doada pela Rede Feminina de Combate ao Câncer, parceira da causa.

Entre os novos espaços, foi inaugurado o Centro de Convivência Edilene Gomes de Oliveira, uma homenagem à primeira-dama do Estado pelo apoio ao trabalho filantrópico e que foi escolhida pela entidade para ser madrinha do LACC.

O presidente da ONG, advogado Hildeberto Dias, explicou que a entidade completou, em 2015, 60 anos de fundação, tempo dedicado exclusivamente ao auxílio de pacientes atendidos na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) e a ações de prevenção desenvolvidas em todo o Amazonas. Hoje, cerca de mil pessoas contam com o apoio do LACC de alguma forma, seja financeiramente ou recebendo mensalmente cestas básicas e outros produtos cedidos aos pacientes de baixa renda.

Equipe multiprofissional – Hildeberto Dias destaca que, na sede, a LACC disponibilizará de uma equipe multiprofissional e a estimativa inicial é que sejam acolhidas 40 pessoas/mês. O espaço também servirá refeições aos pacientes hospedados no local. A estimativa é que sejam servidas 150 por dia, incluindo café da manhã, almoço, lanche e jantar.

“No Centro de Reabilitação, a expectativa é que consigamos atender pelo menos 60 pacientes diariamente para tratamento com a utilização de aparelhos. Também disponibilizaremos profissionais para consultas de serviço social, enfermagem, nutrição, psicologia e fisioterapia, sendo dez para cada especialidade todos os dias”, explicou.

Serviços – Atualmente, a LACC também atua no ambulatório da FCecon, com a distribuição de 300 lanches/dia (72 mil/ano), além de ser responsável pela gestão da brinquedoteca instalada na área ambulatorial da instituição. Garante, ainda, o pagamento do aluguel de 32 apartamentos próximos ao hospital, que servem de hospedagem aos pacientes de baixa renda oriundos do interior e que não têm família na capital.

“Também providenciamos a entrega de 230 cestas básicas e 10 kits de suplemento alimentar para pacientes em tratamento nos serviços de Radioterapia e Quimioterapia da FCecon, através de um trabalho desenvolvido em parceria com o Serviço Social da Fundação, totalizando mais de cinco toneladas de alimentos entregues todos os meses”, explicou o presidente da entidade.

Parte do transporte de pacientes em tratamento no Serviço de Terapia da Dor e Cuidados Paliativos também é providenciado pela Liga, com quatro itinerários diários, entre 9h e 17h. “Um assistente social, uma fisioterapeuta e um motorista contratados pela ONG auxiliam no atendimento aos pacientes em domicílio. São mais de 900 atendimentos/mês, além do custeio, quando necessário, de passagens fluviais e terrestres para as pessoas quem vêm buscar tratamento em Manaus”, assegurou Hildeberto Dias.

Melo conversa com dirigente da LACC/Foto: Valdo Leão

                                        Melo conversa com dirigente da LACC/Foto: Valdo Leão

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.