Cultura

Irlanda, Países Baixos e Dinamarca encerram 12° Festival de Cinema Europeu

Boas-Vibracoes
Redação
Escrito por Redação

A paixão de um homem pela música, o drama de pais com um filho autista, e uma história secreta de dois países encerram, na próxima semana, o 12° Festival de Cinema Europeu. Realizado pela Delegação da União Europeia no Brasil em parceria com o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, o evento traz o tema Convivências, e acontece no Teatro da Instalação até o dia 1° de julho.

Com a cidade de Manaus, encerra-se o circuito do Festival, que já passou por oito capitais brasileiras: Florianópolis, Curitiba, Goiânia, Belo Horizonte, Aracaju, Vitória, Belém e Brasília. O evento integra as comemorações da Semana da Europa, celebrada anualmente a partir do dia 9 de maio.

O secretário de Estado de Cultura, Robério Braga, destaca a importância da parceria com a Delegação da União Europeia no Brasil. Segundo ele, cooperações desse tipo estimulam a cultura em todos os sentidos. “É a segunda vez que recebemos um evento tão significativo. Temos plena certeza de que trará boas temáticas e entretenimento de qualidade ao público que prestigiar, pois a ‘Sétima Arte’ é uma janela para outras culturas”, concluiu.

Confira os destaques para quinta e sexta-feira!

Quinta-feira, dia 30

O filme irlandês Boas Vibrações, de 2012, conta a história de Terri Hooley, amante da música que mora na capital irlandesa, Belfast. Contra tudo e contra todos, Hooley abre uma loja de discos e começa a se tornar o padrinho da música punk na Irlanda do Norte, lançando bandas como a The Undertones.

Premiada com o título de Melhor Filme Irlandês no 24° Galway Film Fleadh, em 2012, e com o Melhor Figurino no 10° Concurso de Filme e Televisão Irlandesa de 2013, a cinebiografia é recomendada apenas para maiores de 15 anos.

Sexta-feira, dia 1° de julho

Ás 14h, o primeiro filme a ser exibido é o holandês Só o melhor para o nosso filho, de 2014. Dirigido por Monique Nolte, o filme é um documentário que conta a história de Kees, de 49 anos e autista, que ainda mora com seus pais. O filme gira em torno das tentativas dos pais de Kees, com 80 e 83 anos construírem um futuro perfeito para o filho, uma vez que em breve, não poderão mais cuidar dele.

Ás 18h30, o último filme do Festival de Cinema Europeu é o dinamarquês O Idealista. Dirigido por Christina Rosendahl e produzido em 2015, o filme retrata um dos capítulos mais secretos da história da Dinamarca no século XX. Durante a Guerra Fria, um avião americano carregando bombas de hidrogênio sofre um acidente perto da base americana na Groenlândia, e diversos trabalhadores dinamarqueses são escalados para fazer a limpeza do local.

20 anos depois, um dos trabalhadores da base conta a um jovem jornalista sobre doenças estranhas e mortais que afetam seus colegas, que podem estar associadas à carga do avião. Investigando a fundo, o jornalista descobre que o assunto tem tanto o envolvimento do governo americano quanto do governo dinamarquês.

Para mais informações sobre outras ações, projetos e atividades desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Cultura, acesse facebook.com/culturadoamazonas e o Portal da Cultura (www.cultura.am.gov.br).

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.