Cidades

IV Júri Simulado da OAB-AM tem início em Manaus

É a quarta edição do Concurso de Júri Simulado/Foto: divulgação
É a quarta edição do Concurso de Júri Simulado/Foto: divulgação
Redação
Escrito por Redação
É a quarta edição do Concurso de Júri Simulado/Foto: divulgação

É a quarta edição do Concurso de Júri Simulado/Foto: divulgação

Com o objetivo de aproximar a academia de Direito à instituição, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AM) deu início nessa segunda feira (22) à quarta edição do Concurso de Júri Simulado. O ex-presidente da seccional Alberto Simonetti Cabral Neto – responsável pela competição no ano de 2013 – foi homenageado durante a cerimônia de abertura.
As dez faculdades de Direito presentes em Manaus estão inscritas no evento. No primeiro dia de atividades, a faculdade Martha Falcão enfrentou Ciesa à tarde, enquanto a disputa da noite ficou entre Uninorte e Ulbra. Segundo o diretor da Escola Superior de Advocacia do Amazonas (ESA-AM), Paulo Trindade Jr., a competição trata-se de uma forma de promover a qualificação de futuros advogados que ainda estão na graduação.

“Queremos aproximar a OAB-AM das universidades e melhorar o ensino jurídico que os alunos têm. Para se ter uma ideia, 100% dos participantes deste júri simulado são aprovados no Exame de Ordem. Além disso, queremos fomentar a prática forense criminal na região”, destacou.

A competição é realizada em parceria com a Comissão de Aperfeiçoamento Jurídico, presidida por Yohanna Menezes. Segundo ela, o objetivo é fazer com que as simulações cheguem o mais próximo possível de situações reais.

“Os casos analisados aqui são processos reais arquivados. Após o embate das equipes, o conselho de sentença – formado por servidores públicos que não têm contato algum com as faculdades e ficam em sala separada até o início da sessão – vota. Por meio desse processo, passamos pelas etapas até alcançarmos os vencedores”, explicou.

O universitário Leonardo Marques, do quinto ano do curso de Direito no Ciesa, acompanhado de três amigas, representou a procuradoria na tarde desta segunda. Após a instituição de ensino ficar em segundo lugar no ano passado, o futuro advogado afirmou que a equipe voltou com sede de vitória.

“Nossa equipe foi brilhantemente representada no ano passado. Desde a final do júri em que participaram, eles têm nos ajudado sendo cordiais e dando apoio técnico. Nós estamos este ano extremamente preparados e queremos o primeiro lugar. Começamos a estudar os casos no dia seguinte ao sorteio porque esta é uma oportunidade única em nossas vidas”, ressaltou.

A competição segue nesta terça-feira (23), quando Esbam e Ufam se enfrentam às 14h. Às 18h do mesmo dia, Unip e Universidade Nilton Lins participarão do júri simulado. No dia 24 de agosto, será a vez da UEA e Fametro. A final da competição acontecerá no dia 30 deste mês.

Homenagem

A cerimônia de abertura contou ainda com homenagem ao ex-presidente da OAB-AM, Alberto Simonetti Cabral Neto. Segundo o atual presidente da seccional Amazonas, Marco Aurélio Choy, o dia foi visto como um momento histórico.

“Este júri simulado é um evento acadêmico que não mais pertence à Ordem, mas à comunidade acadêmica do Amazonas. Esse evento foi embalado quando nosso homenageado era presidente desta OAB. Hoje, chegamos a esta quarta edição, e isso nos move a trabalhar pela advocacia, com a certeza de que vamos cumprir nossas missões institucionais desta casa”, contou.

A vice-presidente da OAB-AM, Adriana Mendonça, afirmou que o júri simulado é visto pela instituição como uma ferramenta de democratização da Ordem. “Fico muito feliz quando conseguimos essa parceria entre as universidades e a OAB. Nossos futuros colegas precisam entender como funcionamos, e para dar esse auxílio na formação de vocês, temos nosso braço educacional: a ESA, que busca esse aperfeiçoamento de forma incansável”, pontuou.

O homenageado da noite contou que fica satisfeito e honrado ao ver que o projeto iniciado em sua gestão tem se consolidado até hoje. “Sinto-me extremamente honrado por receber esta homenagem na aberttura deste projeto em que tanto acreditei. Agradeço também ao Dr. Paulo Trindade por ter abraçado esta competição com tanta dedicação e por torná-lo o que ele é hoje.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.