Amazonas Esportes

Jogo França e Alemanha tem explosões e torcedores invadem gramado

Torcida Invade gramado temendo explosões/Foto: Reprodução
Redação
Escrito por Redação

O presidente da França, François Hollande, teve que deixar o Stade de France hoje, sexta-feira, durante o amistoso entre a seleção do seu país com a Alemanha, após a explosão de bombas ao redor do estádio. O incidente levou medo a milhares de torcedores, que invadiram o gramado após a vitória do time da casa por 2 a 0, em busca de abrigo.
Pelo menos três pontos da região de Paris sofreram ataques de homens armados durante esta sexta e os primeiros balanços da polícia confirmavam 35 mortos e 100 feridos em tiroteios. Duas explosões foram escutadas ao redor do Stade de France, palco da final da Copa do Mundo de 1998, mas a polícia ainda não divulgou informações sobre os incidentes.

Segundo o site do “L’Express”, a segurança de François Hollande decidiu pela retirada do político do estádio, durante o segundo tempo do amistoso com a Alemanha, para proteger o presidente de algum possível atentado.

A repórter da GloboNews, Carolina Cimenti, estava no estádio e relatou o que aconteceu com a torcida. Uma mensagem no sistema de som do estádio recomendou a saída com calma pelos portões das alas norte e oeste  – outros dois foram fechados. Porém, boa parte do público voltou para o Stade de France e entrou no gramado após o término da partida para esperar garantia de segurança.

Mais cedo, uma ameaça de bomba também gerou preocupação para a polícia no hotel que servia de concentração para a seleção alemã. Porém, os jogadores não estavam no local no momento – o grupo fez uma visita a Roland Garros.(G1)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.