Amazonas Política

Josué Neto defende a união de Estados da Amazônia Legal por objetivos comuns

Deputado Josué Neto(PSD)/Foto: Divulgação
Deputado Josué Neto(PSD)/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Na abertura do Parlamento Amazônico, na manhã de hoje, quinta-feira, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, deputado Josué Neto (PSD), disse que a união dos Estados que compõe a Amazônia Legal pode resultar em efeitos positivos na luta por objetivos comuns, como estradas que liguem seus Estados ao restante do país, e alternativas de desenvolvimento sustentável.
“Vamos conversar e debater as necessidades comuns dos nossos Estados, necessidades que nos une. É importante entendermos que a nossa união pode ter um efeito extremamente positivo, e acredito que seja possível vencer algumas dificuldades. Essa união com certeza nos tornará mais fortes”, afirmou o presidente, da tribuna no plenário da Aleam.

O isolamento geográfico e as dificuldades de escoamento da produção de cada Estado, por falta de estradas, foram pontos apresentados pelos deputados de Roraima e Acre, que assim como o Amazonas estão isolados do resto do país por via terrestre. Essas questões serão debatidas com os parlamentares de cada Estado que compõe o Parlamento Amazônico e, posteriormente, serão levadas à Câmara de Deputados, segundo o presidente do Parlamento Amazônico, deputado Sinésio Campos (PT). Uma nova reunião acontecerá nesta sexta-feira no miniauditório Cônego Azevedo, na Aleam.

O Parlamento Amazônico é composto por deputados estaduais dos nove estados que formam a Amazônia Legal – Amazonas, Pará, Roraima, Mato Grosso, Tocantins, Maranhão, Acre, Amapá e Rondônia.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.