Amazônia Rondônia

Jovem morre após ser atingido por telhado que caiu durante temporal, em Rondônia

O telhado da casa vizinha foi arrancado pelo vento e caiu sobre o jovem/Foto: Portal Inforondonia
Redação
Escrito por Redação

Em Nova Brasilândia D’Oeste (RO), a 480 quilômetros de Porto Velho, um adolescente de 14 anos morreu nesta terça-feira (11) após ter sido atingido pelo telhado de uma casa que desabou durante um temporal na última segunda-feira (10). O menor foi socorrido pela Polícia Militar (PM) e encaminhado ao Hospital Municipal. Em seguida, devido a gravidade dos ferimentos, ele foi transferido para o Hospital Regional de Urgência e Emergência em Cacoal (Heuro), mas não resistiu às lesões.

Conforme informações da PM, no momento em que o temporal teve início o adolescente estava no quintal da própria casa desamarrando um cachorro. Na ocasião, o telhado de uma casa vizinha que foi arrancado pelo vento e caiu sobre o jovem.

O telhado da casa vizinha foi arrancado pelo vento e caiu sobre o jovem/Foto: Portal Inforondonia

O telhado da casa vizinha foi arrancado pelo vento e caiu sobre o jovem/Foto: Portal Inforondonia

O adolescente foi socorrido por uma guarnição da PM, já que o município não possui Corpo de Bombeiros. O garoto doi encaminhado até o Hospital Municipal, mas por causa da gravidade dos ferimentos, ele foi transferido para o Heuro, em Cacoal. A direção da unidade de saúde informou que o paciente foi internado em estado grave e não resistiu aos ferimentos nesta terça-feira.

Prejuízos
Conforme a PM, não houve outros registros de feridos em Nova Brasilândia D’Oeste por causa da forte chuva. Os prejuízos foram apenas materiais, como destelhamento de casas e enxurradas que invadiram várias residências.

O temporal também provocou prejuízos em Rolim de Moura (RO), cidade vizinha, com alagação de várias residências e comércios da cidade. Uma Unidade de Saúde localizada no Bairro Cidade Alta foi um dos locais que foram atingidos. Durante o horário de expediente, o forro do prédio cedeu por causa da água da chuva e caiu sobre o corredor, alagando toda a unidade.

Pacientes e profissionais que estavam no local, no momento da alagação, tiveram que ser dispensados e baldes foram espalhados pelo chão, com objetivo de conter as águas.

Ao G1, a assessoria de cominicação da prefeitura informou que alagação foi provocada devido a forte chuva que caiu na cidade, por isso, a calha não suportou o volume de água e acabou transbordando sobre o forro, escorrendo sobre toda a unidade. O Executivo informou ainda que o problema deve ser resolvido ainda nesta terça-feira (11).

Fonte: Centralizado

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.