Amazonas Cidades

Jovens promovem ação social para famílias na Zona Leste de Manaus

Redação
Escrito por Redação

No dia em que se comemora a independência do Brasil, 7 de setembro, grupos de jovens evangélicos de várias igrejas de Manaus estarão reunidos para realizar ações de cidadania no bairro Alfredo Nascimento, Zona Leste da capital. A ação faz parte da mobilização nacional denominada “1º Impacto Jump Nacional”, coordenada pelo projeto “Jovens em Unidade Multiplicando Poder” (JUMP) da igreja Ministério Internacional da Restauração (MIR), localizada na Ponta Negra, zona oeste de Manaus.

Nesse mesmo dia, diversas igrejas e grupos de jovens de outros Estados ligados ao projeto vão desenvolver atividades solidárias em bairros e comunidades onde que há poucos investimentos sociais. Em Manaus, o mutirão social será realizado das 8h às 14h, na Escola Estadual Frei Mário Monacelli, localizada na Avenida Grande Circular, com a participação de mais de 500 voluntários.

Cerca de cinco mil moradores do bairro Alfredo Nascimento e adjacências devem ser beneficiados com os serviços de atendimento médico nas áreas de cardiologia, ginecologia, odontologia e clínica geral; assistência jurídica; atendimentos psicológicos e estéticos, como cortes de cabelo, manicure e pedicure; sorteios de cestas básicas e atividades socioeducativas para crianças, com apresentações de teatro, dança e música.

Conforme o coordenador do projeto nacional, pastor José Monteiro, da Igreja da Restauração, a intenção é fazer com que a igreja esteja mais presente em áreas essenciais do cotidiano dos cidadãos brasileiros. “Queremos que as pessoas sintam-se acolhidas pelo trabalho social que a igreja promove juntos às famílias. Então decidimos realizar esse impacto, em nível nacional, para que os cidadãos brasileiros vejam a força da unidade, Esse é o papel da igreja de unir pessoas para um bem único. Não é um evento de cunho político, é uma mobilização que visa trazer apoio social com o Evangelho”.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.