Brasil Política

Lula ‘elogiou’ plano do Senado para reaquecer economia, afirmou Temer

Lula e Temer sorriem após café da manhã/Foto: Reuters
Lula e Temer sorriem após café da manhã/Foto: Reuters
Redação
Escrito por Redação

O vice-presidente da República, Michel Temer, afirmou hoje, quarta-feira (12), que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva “elogiou” as propostas apresentadas pelo Senado, para reaquecer a economia do país. Hoje, quarta, Temer ofereceu um café da manhã na residência oficial da Vice-Presidência para Lula e líderes do PMDB.
Na última segunda (10), o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), propôs uma “agenda-positiva” com 28 propostas para a economia e sinalizou trégua com a presidente Dilma Rousseff. A presidente comentou as propostas e afirmou ter “grande interesse” em estudá-las.

Após o encontro, Michel Temer foi questionado por jornalistas sobre o que o ex-presidente achou do plano. “Ele [Lula] achou positivo, como achou a minha declaração da semana passada quando alertei para a gravidade da crise. E foi muito correto nessas afirmações. Elogiou o plano, acha que nós deveríamos trabalhar nele”, disse o vice-presidente.

Para Temer, a presença de Lula no encontro com caciques do PMDB “ajuda porque ele tem a experiência dos oito anos de governo, tem muita sensibilidade política.”

Relação com a CâmaraDurante a entrevista, Temer também comentou a relação entre o governo e a Câmara dos Deputados. Nesta terça (11), o presidente da Casa, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse a jornalistas que o governo tenta “passar a imagem de que só existe o Senado”. A fala de Cunha foi dada um dia após a presidente Dilma oferecer um jantar que incluiu apenas ministros e senadores.

Para Temer, que convidou a bancada do PMDB na Câmara para um almoço nesta quarta, é preciso que haja uma “conjugação de todos os setores, mas em particular agora do próprio Legislativo.”

O vice-presidente afirmou ainda que as propostas levadas por Renan ao governo para reaquecer a economia não foram uma tentativa de “isolar” a Câmara.

“A ideia do presidente Renan sempre foi, ao apresentar uma proposta que nasceu no Senado, aí da sua lavra, na verdade, chamar a Câmara dos Deputados. É o que eu vou fazer agora com os deputados do PMDB e, sequencialmente, é o que vamos fazer num encontro entre o presidente Renan e o presidente Eduardo”, afirmou.

“Então a sensação que eu tenho, e espero que se transforme numa convicção, é de que a Câmara vai colaborar, porque a Câmara dos Deputados também está preocupada com o país. Lá na Câmara estão os representantes do povo brasileiro. Ninguém quer que o Brasil vá mal. E eu tenho absoluta convicção de que a Câmara vai colaborar”, completou Temer.(G1)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.