Amazônia Maranhão

MA: Governo lança programa “Água para Todos”

maranhao-agua-para-todos
Redação
Escrito por Redação

O Governo do Estado, através da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), lança amanhã, às 8h30, o programa ‘Água para Todos’, que tem como missão uma das prioridades da gestão: levar água tratada a todos os lares maranhenses. A solenidade de lançamento será realizada pelo governador Flávio Dino e pelo diretor-presidente da Caema, Davi Telles, na sede da Companhia.
Ações efetivas vêm sendo realizadas pela Caema a fim de romper com o problema histórico que afeta milhões de maranhenses. “Desde o começo do nosso governo temos feito o máximo para mudar esse quadro. Nestes meses já realizamos reparos e intervenções emergenciais em várias cidades maranhenses. E vamos ampliar cada vez mais a nossa capacidade de dar respostas concretas aos graves problemas de fornecimento de água em diferentes lugares”, destacou o governador Flávio Dino.

 
Através do programa serão implantados Sistemas Plenos de Abastecimento de Água nos 30 municípios beneficiados com ações do ‘Mais IDH’. O primeiro sistema será inaugurado no município de Primeira Cruz, no próximo dia 20.

Emergencialmente, para reforçar o abastecimento de água na região central, o governo está investindo R$ 1,5 mi em obras de perfurações de seis poços. O primeiro deles, com vazão de 40 mil litros de água por hora, já foi inaugurado no Bairro de Fátima. Nos próximos dias, será inaugurado o poço da Praça Catulo, na Vila Passos.Outros quatro poços estão sendo perfurados na Praça da Misericórdia, no Centro; Parque do Bom Menino, Outeiro da Cruz e Monte Castelo. Todos entrarão em operação até o mês de julho.
O programa ainda prevê a conclusão da reforma parcial do sistema Italuís. Porém, para por fim ao histórico rodízio de água na capital, mais do que uma simples reforma, a administração estadual investirá R$ 100 mi no reforço de vazão do Sistema Italuís. A instalação da elevatória na altura do km22 da BR-135 vai reforçar o bombeamento de água do sistema, aumentando em 75% o fornecimento de água na Ilha. O que representa mais do que meros paliativos, resolvendo, em definitivo, o problema de intermitência.

Está também em desenvolvimento o programa de combate a perdas, visto que a média de desperdício de água tratada é de aproximadamente 60%. Uma das ações será a implantação de 130 mil hidrômetros em São Luís e troca de rede de distribuição.

O presidente da Caema, Davi Telles, destaca que esse arcabouço de ações revela a prioridade do programa ‘Água para Todos’ na gestão do governador Flávio Dino. “Nestes meses de gestão consolidamos investimentos que nos permitem dizer que o Maranhão já experimenta hoje o maior ciclo de investimento público em abastecimento de água desde o Italuís, do início da década de 80. Esses investimentos vão desde a fundamental obra do reforço de vazão para acabar com o rodízio histórico de água na capital, passando pelos mais de R$ 70 milhões nos sistemas de abastecimento pleno das sedes das cidades do ‘Mais IDH’ e chega até os R$ 20 milhões para execução imediata em Imperatriz na recuperação do sistema de captação, tratamento e distribuição”, aponta o gestor da Caema.

(O Imparcial)

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.