Amazonas Esportes

Madrid bate City com gol contra e vai pela 14ª vez à final da Champions

Balé cruza, bola bate em Fernando, na trave e entra/Foto: Gerry Image
Balé cruza, bola bate em Fernando, na trave e entra/Foto: Gerry Image
Redação
Escrito por Redação

O Real Madrid venceu o Manchester City por 1 a 0, no estádio Santiago Bernabéu, pelo jogo de volta da semifinal da Liga dos Campeões. Depois de empatar em 0 a 0 na Inglaterra, os galácticos conseguiram fazer o resultado dentro de casa, com o gol contra de Fernando, e garantiram a vaga na grande decisão do torneio pela 14ª vez em sua história.
Com dez títulos, o clube merengue é o que mais vezes conquistou a competição europeia, sendo que a última foi na temporada 2013/14 em cima do Atlético de Madrid. Dois anos depois, os dois times voltarão a se encontrar na final, já que os comandados de Simeone eliminaram o Bayern na outra chave da semifinal. A decisão será disputada no dia 28 de maio, no estádio Giuseppe Meazza, em Milão.

Com 88,9% de aproveitamento, os galácticos tiveram o melhor desempenho na primeira fase da Champions, terminando em primeiro do grupo A. Desde então, o clube teve sorte nos sorteios e não encarou os adversários mais difíceis na fase eliminatória. Bateu a Roma nas oitavas de final – segunda colocada do grupo E – e o Wolfsburg nas quartas.

O jogo – A disputa mal havia começado e o Manchester City já perdeu o seu capitão. Logo aos oito minutos, Kompany pareceu torcer o joelho e caiu no gramado. Sem condições, o zagueiro saiu de campo mancando e deu lugar ao Mangala. Cinco minutos depois, o Real já testou o substituto. Em cruzamento de Carvajal, Cristiano Ronaldo entrou em velocidade e cabeceou a bola, mas ela foi por cima da meta.

Fernando desviou cruzamento de Bale, marcando gol contra para o Real

Os galácticos dominavam a posse de bola, esboçando uma pressão, mas sem conseguir criar chances de marcar. Até que aos 20 minutos, Carvajal abriu enfiou a bola para Bale do lado direito da área, o galês foi até o fundo e tentou cruzar, mas a bola desviou no Fernando, enganou Hart e foi morrer nas redes.

O gol animou os donos da casa, que continuaram a pressionar. Aos 36 minutos, Toni Kroos cobrou falta lançando a bola na área direto nos pés de Sergio Ramos, que completou para o gol, mas o zagueiro viu o juiz anular a jogada acusando impedimento dos jogadores do Real.

Aos 44 minutos, a melhor chance dos ingleses. Em uma das raras boas trocas de passe do time, De Bruyne achou o Fernandinho com espaço na entrada da área. O brasileiro ajeitou para o pé direito e bateu forte, mas a bola saiu raspando a trave direita de Navas.

As duas equipes voltaram dos vestiários com tudo. Com chances dos dois lados, o Real foi quem teve uma chance de ouro. Aos sete minutos, Bale fez excelente lançamento para Modric, que dominou completamente livre dentro da área, mas o goleiro Hart cresceu para cima do croata e defendeu o chute.

Dois minutos depois, o arqueiro do City apareceu de novo. Carvajal desceu até a linha de fundo do lado direito, cruzou na área, Cristiano Ronaldo subiu mais do que todo mundo e tentou cabecear no contrapé de Hart, mas o goleiro se recuperou e encaixou a bola.

Aos 18, em cobrança de escanteio da esquerda, Bale ganhou do Mangala e cabeceou no travessão. Na sequência, Pepe levantou mais uma vez na área e o Cristiano Ronaldo, em impedimento, pegou a bola com as mãos e jogou para o gol. O árbitro anulou a jogada.

O final da partida ganhou muito em emoção com o City se lançando para o ataque e abrindo espaços para o Real contra-atacar. Aos 38 minutos, em cobrança de falta próxima a linha de fundo, De Bruyne tentou surpreender e, mesmo sem ângulo, bateu direto para o gol, mas acertou apenas as redes pelo lado de fora.

Aos 43, Agüero arriscou um chute de fora da área e a bola passou muito perto do travessão de Navas, deixando o estádio em silêncio por alguns instantes. Apesar do desespero dos britânicos, eles não conseguiram chegar ao gol de empate e o Real se garantiu na final da Liga dos Campeões.

FICHA TÉCNICA

REAL MADRID-ESP 1 X 0 MANCHESTER CITY-ING

Local: Estádio Santiago Bernabéu, em Madri (Espanha)

Data: 4 de maio de 2016 (Quarta-feira)

Horário: 15h45(de Brasília)

Árbitro: Damir Skomina (Eslovênia)

Assistentes: Jure Praprotnik e Robert Vukan (Eslovênia)

Cartões amarelos: Do Manchester City, De Bruyne, aos 29 minutos do primeiro tempo e Fernando, aos 26 minutos do segundo tempo. Do Real Madrid, Lucas Vázquez, aos 37 minutos do segundo tempo.

Gol: Para o Real Madrid, Fernando (contra) aos 20 minutos do primeiro tempo.

REAL MADRID: Keylor Navas; Carvajal, Pepe, Sergio Ramos e Marcelo; Modric (Kovacic), Toni Kroos e Isco (James Rodríguez); Jesé (Lucas Vázquez), Cristiano Ronaldo e Bale
Técnico: Zinedine Zidane

MANCHESTER CITY: Joe Hart; Sagna, Kompany (Mangala), Otamendi e Clichy; Fernando e Fernandinho; Jesús Navas (Iheanacho), Yaya Touré (Sterling) e Kevin De Bruyne; Sergio Agüero
Técnico: Manuel Pellegrini (Terra/Gazeta)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.