Mundo

Maduro compromete-se a respeitar resultado das eleições

Redação
Escrito por Redação

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, assinou na segunda-feira um acordo, perante o Conselho Nacional Eleitoral (CNE), em que se compromete a respeitar os resultados das eleições de 06 de dezembro.

“Hoje assinei por milhões de pessoas, de homens, de indígenas, de militares, que queremos paz, independência, uma República livre, que queremos respeito pela Constituição. Não é uma assinatura protocolar, não é uma assinatura como parte de uma campanha, é um compromisso de respeito e para fazer respeitar a vontade popular nas eleições”, afirmou, depois de assinar o documento.

As eleições de dezembro serão, segundo vários analistas, uma dura prova para o “chavismo” (que Maduro representa) devido à crise econômica, à inflação, à insegurança e aos problemas de abastecimento no país.

Há várias semanas que Nicolás Maduro e as forças que integram o Gran Polo Patriótico (que o apoia) têm insistido na necessidade de todos os partidos que vão participar nas eleições assinarem um acordo em que se comprometem a respeitar os resultados do escrutínio.

A oposição insiste em que ao participar no processo eleitoral está a aceitar a legalidade do Conselho Nacional Eleitoral e do processo, pelo que não é necessário assinar tal acordo.

Maduro considerou hoje que a oposição está à procura de uma solução não eleitoral e que “a revolução bolivariana declara-se em emergência, com um plano anti-golpe, para garantir a vitória eleitoral”.

“Esta revolução não será traída nem entregue, jamais”, sublinhou.

(Notícias ao Minuto)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.