Amazonas Cultura

Mafalda Minnozzi lança em Manaus o elogiado projeto ‘eMPathia’

Cantora Mafalda Minnozzi/Foto: Cultura
Redação
Escrito por Redação

Quem está de volta volta ao Teatro Manauara, é a encantadora e carismática cantora italiana Mafalda Minnozzi, para lançar seu elogiado álbum “eMPathia”, em um show mais intimista, no dia 28 de novembro (sábado), a partir de 22h00, com os ingressos já à venda pela ingresse.com, e na bilheteria do teatro.
Ousadia é o melhor substantivo para definir a trajetória da italiana Mafalda Minnozzi, muito popular no Brasil pelos inúmeros projetos, colaborações e pelas turnês de shows de sucessos realizados aqui desde os anos 90.

Artisticamente inquieta, a refinada cantora sempre coloca a sua voz a serviço de um repertório nada previsível. Outro ponto marcante da artista é a interação e sintonia com o público, durante suas apresentações.

Agora, em seu novo projeto “eMPathia”, a cantora acompanhada do guitarrista nova-iorquino Paul Ricci,  passeia com absoluta propriedade por um repertório onde mesclam composições de Cole Porter, Tom Jobim,  Baden Powell e Edith Piaf, entre outros. Enfim, em um mesmo roteiro, Minnozzi e Ricci, em tom intimista, alinham o soul, o jazz e a bossa nova, com elegância e originalidade. Em seu trabalho anterior, “Spritz”, Mafalda Minnozzi revigorou clássicos da canção italiana.

O show “eMPathia”, que já passou por várias cidades europeias, está agora em turnê pelo Brasil e passará por Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Salvador e Belo Horizonte e Manaus. O show foi ovacionado pela crítica italiana, recebendo vários elogios.

Com criatividade e talento de artesãos, Mafalda e Paul descobriram o prazer de reduzir a música ao essencial, desenvolvendo assim uma linguagem própria e criando um estilo original enriquecido de mil detalhes.

O repertório

No repertório músicas registradas no CD em lançamento, que estará à venda no dia do show, e outras que foram selecionadas para o próximo álbum, já em fase de produção, continuando assim a cumplicidade entre a cantora e o músico, ambos à procura de uma nova sonoridade.

Entre as pérolas musicais do show estão: “My Funny Valentine” (R. Rodgers / Hart), “Inútil Paisagem” (Jobim/ Moraes), “Every Time We Say Goodbye” (C. Porter), “Sacumdi Sacumda” (C. Imperial / Versão italiana: P. Limiti), “Paroles Paroles” (Ferrio / Versão em francês: Michaele), “Estate” (Martino), “Hymne à l´amour”  (M.Monnot / E.Piaf).

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.