Amazonas Política

Mais de 2 mil professores municipais receberam tablets educacionais no AM

Professores do interior recebem tablets/Foto: Valdo Leão
Professores do interior recebem tablets/Foto: Valdo Leão
Redação
Escrito por Redação

Como parte do Pacto pela Educação,professores do ensino fundamental de escolas públicas municipais de oito cidades do interior do Amazonas, já receberam tablets educacionais, tecnologia educativa que chegou às mãos de 334 educadores de Autazes e Careiro da Várzea na última sexta-feira (13).
Até o momento, 2.106 professores municipais foram beneficiados com os tablets, segundo a Secretaria de Estado de Educação (Seduc). Educadores de Itamarati, Tabatinga, Benjamin Constant, Tefé, Coari e Manacapuru podem contar com a nova tecnologia como instrumento para enriquecer o trabalho em sala de aula. Contemplada com o aparelho, a professora Elcinete Correa, que dá aula na Escola José Tomé, em Autazes, considera as vantagens de entrar na era digital.

“Esse é um recurso muito importante para nós professores, principalmente nós que somos pesquisadores e trabalhamos com uma ferramenta para buscar novidades para nossos alunos. Isso vai ajudar nas nossas práticas docentes. Vivemos hoje na era da informatização e precisamos estar inseridos nesse contexto para facilitar o nosso trabalho”, disse.

No município de Autazes, a ação governamental contemplou um total de 226 professores. No Careiro da Várzea, o repasse beneficiou 108 educadores. “Nossos professores da rede estadual já foram beneficiados. Agora estamos levando o programa aos professores da rede municipal do interior. É uma ação de extrema importância porque dota os professores de tecnologia e novas ferramentas didáticas que vão ajudar no seu trabalho. É uma iniciativa voltada a melhoria da qualidade de ensino”, enfatizou o governador.

Estratégia de modernização – O objetivo é que 28 mil docentes municipais de todo o Estado sejam beneficiados pela ação. Na última quarta-feira, 11 de novembro, o governador José Melo esteve em Tabatinga e Benjamin Constant para a entrega do equipamento. Segundo o secretário de Educação, Rossieli Soares, o emprego da tecnologia em sala de aula é uma estratégia de modernização que permite o enriquecimento do conteúdo oferecido aos alunos. Os tablets são dotados de softwares e programas educativos, com conteúdos específicos das disciplinas.

“Esses tablets possuem conteúdo embarcado. Ele funciona em qualquer lugar para uso educacional, independente de internet. Vem dotado de microchips com conteúdos especiais de língua portuguesa, matemática, um laboratório de química, enfim, uma infinidade de conteúdos que independem do acesso à rede mundial de computadores. Esse é um grande passo. A Internet vai chegar, mas antes disso precisamos alcançar os professores das zonas rurais com a tecnologia”, defendeu o secretário estadual de educação.

O próximo município a ser contemplado na agenda de entrega de tablets é Urucará, em solenidade prevista para o dia 7 de dezembro.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.