Amazonas Cidades

Manaus virou a cidade dos buracos e das reclamações da população

Parada de ônibus da linha 216, no Lírio do Vale I.
Redação
Escrito por Redação

Os buracos continuam se multiplicando em todos os bairros de Manaus e deixando moradores preocupados com imóveis, carros e a sua segurança pessoal. Não são poucos os pedidos para que o site denuncie as más condições das ruas enlameadas e mal cheirosas em inúmeros bairros da cidade.
Ontem (06), a industriaria Cátia Cheve, moradora do bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus, ligou para o portal para denunciar, com fotos, as condições da Rua Santa Inês A, travessa D, que passa em frente à sua casa. De acordo com ela, há meses tem ligado para a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) para que a equipe de pavimentação vá até o local, mas até agora não teve nenhuma resposta.
O “privilégio” de morar em uma rua totalmente esburacadas e cheia de lama não é só da industriaria Cátia Cheve. As reclamações tem “pipocado”, por toda a cidade e até em bairros considerados área nobre de Manaus, como: Parque 10, Adrianópolis, centro e, por aí vai.

Rda Santa Inês A, travessa D, Jorge Teixeira.

Rda Santa Inês A, travessa D, Jorge Teixeira.

O morador do bairro Campos Elíseos, Zona Centro Oeste, Júlio Cavalcante, depois de citar inúmeros palavrões não publicáveis, disse que “o prefeito de Manaus não descobriu ainda que o verão já chegou”. “Já estamos entrando no segundo semestre do ano e não vimos uma única máquina trabalhando na cidade”, completou.

 

Rua com lama e buracos, intransitáveis.

Rua com lama e buracos, intransitáveis.

O certo é que a cidade está precisando de uma repaginada ou de uma nova administração, capaz de antever as necessidades básicas da população, que é asfalto, sistema viário com maior fluidez, mobilidade urbana com transporte de qualidade e sem “firulas”, como também de reordenamento dos pontos turísticos e de lazer em Manaus.

Parada de ônibus da linha 216, no Lírio do Vale I.

Parada de ônibus da linha 216, no Lírio do Vale I.

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

4 Comentários

error: Ops! não foi dessa vez.