Amazonas Esportes

Mano assume o Cruzeiro dizendo que o clube ‘tem emergência pra resolver’

Mano comanda seu primeiro treino nesta tarde/Foto: Tayrane Correa
Redação
Escrito por Redação

O técnico Mano Menezes foi apresentado, oficialmente, como novo técnico do Cruzeiro no início da tarde de hoje, sexta-feira, em substituição a Vanderlei Luxemburgo, demitido no início da semana.
Antes da apresentação, Mano trabalhou no campo, onde comandou o primeiro treinamento na Toca da Raposa II. Foi um trabalho técnico, sob sol forte. Quarta-feira, ele acompanhou a delegação em Campinas e assistiu à vitória por 2 a 1 sobre a Ponte Preta. E disse que o primeiro trabalho a fazer será tirar o Cruzeiro da situação que ele classificou como emergencial.

–  O Cruzeiro tem uma emergência para resolver. Ele não pode ficar na colocação que está no Brasileiro. Ele tem capacidade para ficar num lugar melhor. Isso já aconteceu com outras equipes. Você vem de conquistas, mas, às vezes, encontra obstáculos no ano seguinte, que fazem o time cair de produção. Eu costumo trabalhar com muita transparência com os jogadores. Vou falar com eles o que acho que aconteceu para, num curto espaço de tempo, resolver o que é emergencial.

Segundo Mano Menezes, um dos motivos pelos quais ele aceitou prontamente o convite do presidente Gilvan de Pinho Tavares para dirigir o Cruzeiro foi uma dívida de gratidão que tem com o clube. Ele revelou uma passagem pouco conhecida de sua carreira.

– É um prazer voltar ao Cruzeiro. Em 1997, estive aqui, em meu primeiro estágio como treinador, com o Paulo Autuori. Tenho muita gratidão pelo Cruzeiro. Foi um dos motivos pelos quais aceitei o convite do presidente e do Bruno (Vicintin, vice-presidente de futebol).

Contrato até 2017

Mano Menezes assinou contrato com o Cruzeiro até o final de 2017. O treinador considera este tempo ideal para desenvolver um trabalho com tranquilidade. Mano afirmou que o time já tem uma base, o que vai facilitar.

– Um técnico não pode fugir de um desafio em um clube com a grandeza do Cruzeiro. Ainda mais com a possibilidade de fazer um trabalho longo, até 2017. Penso que é um tempo para fazer um bom trabalho. Em dois anos e quatro meses é possível construir algo importante. Creio que o treinador tem que deixar algo no clube. Aqui já temos uma base, não vamos começar a construir tudo do zero.
Neste domingo, às 11h (de Brasília), Mano Menezes comanda o Cruzeiro pela primeira vez, diante do Figueirense, no Mineirão, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mano dá pistas de que não vai fazer grandes mudanças em relação ao time que venceu a Ponte.
– Nós vamos trabalhar taticamente amanhã (sábado). Tentando ser o mais coerente possível, vai existir uma relação de manutenção, bastante próxima àquela que jogou em Campinas.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.