Amazonas Formal & Informal

Marcelo Ramos continua sua “via-crúsis” em busca de um partido

marcelo ramos
Redação
Escrito por Redação

O ex-deputado estadual Marcelo Ramos (sem partido), continua sua “via-crúsis” nas casas legislativa do Amazonas em busca de um “guarda chuva” que possa abrigá-lo nas próximas eleições. Marcelo andou batendo nas portas do PDT de Amazonino Mendes, sonhou com a possibilidade do partido Rede Sustentabilidade da Marina Silva vir a ser aprovado, mas está propenso a fechar com o PRTB do inexpressivo vereador Marcel Alexandre.

 

Na visita que fez à Assembléia Legislativa do Estado (Aleam), há duas semanas, confidenciou que voltaria à Casa, mas só para ser diplomado governador do Amazonas. Na visita à Câmara de Vereadores na segunda feira (17), confirmou que não quer ser mais parlamentar. Sua meta é o executivo. Na alça de mira, vem a prefeitura em 2016 e o governo em 2018.

 

Entretanto, é preciso filiar-se a um partido forte, buscar apoios, parceiros e focar uma meta, que não seja unicamente a filiação a um partido. O PRTB tem mais o perfil de partido portas abertas para propostas emergenciais, mas, seguramente, não tem o suporte à altura das intenções do ex-deputado Marcelo Ramos.

 

Enquanto isso, o tempo está correndo. Quem estiver pensando em concorrer a prefeito e a vereador nas eleições do ano que vem deve providenciar a filiação partidária até o final de setembro. Portanto, restam pouco mais de um mês.

Como no Brasil não há a possibilidade de candidaturas avulsas, todo candidato deve ser filiado a um partido político há pelo menos um ano antes da data fixada para o pleito, conforme dispõem os artigos 18 e 20 da Lei das Eleições (Lei 9504/1997). Nesse sentido Marcelo tem poucos dias para consolidar as suas intenções de ser prefeito de Manaus ou, quem sabe, ficar para a próxima eleição de governador do Estado.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.