Política

Marcelo Ramos quer transformar Manaus em Cidade Inteligente

Nós vamos colocar a prefeitura no século XXI”, ressalta Marcelo Ramos/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação
Nós vamos colocar a prefeitura no século XXI”, ressalta Marcelo Ramos/Foto: Divulgação

Nós vamos colocar a prefeitura no século XXI”, ressalta Marcelo Ramos/Foto: Divulgação

Transformar Manaus numa smart city, ou cidade inteligente, é uma das propostas do plano de governo do candidato a prefeito de Manaus Marcelo Ramos. O conceito de gestão pública que busca aproximar o cidadão dos serviços públicos por meio da tecnologia e inovação foi discutido na noite da última terça-feira (17), no Hotel da Vinci, com empresários ligados à RedMaxx, grupo de empreendedores atentos às inovações em gestão e negócios.

Na ocasião, Marcelo também apresentou suas ideias para a modernização da gestão pública e defendeu a valorização do empreendedorismo para o desenvolvimento da cidade. “Apostar no empreendedorismo, na inovação e nas start ups será uma das minhas obsessões no comando da Prefeitura de Manaus. Vamos perseguir a modernização da gestão pública 24 horas por dia. Esse é compromisso que assumo com a minha cidade”, disse Marcelo.

Sobre a desburocratização do acesso dos cidadãos aos serviços municipais, Marcelo vem defendendo inclusive o uso das redes sociais como facilitadores do contato com a prefeitura. “As redes sociais fazem as pessoas se sentissem partícipes de novo tempo na política da nossa cidade. No nosso governo, as pessoas terão a chance de falar com o prefeito, de falar com a prefeitura. Nós vamos colocar a prefeitura no século XXI”, ressalta Marcelo Ramos.

Outra questão seria dotar Manaus de uma Internet segura e de qualidade, estruturando a rede escolar municipal com esse serviço, que hoje ainda representa um gargalo para a cidade.

‘Waze’ nos ônibus

Em seu plano de governo, Marcelo Ramos propõe o Sistema de Mobilidade Inteligente (SIM), que visa modernizar a gestão do transporte coletivo com várias medidas, entre elas o uso da tecnologia da informação. Uma das ideias seria implantar o geo-referenciamento nos pontos de ônibus. Com os GPS já existentes nos veículos, o usuário poderia saber que horas seu ônibus chegará à parada, uma espécie de Waze (aplicativo de geo-referenciamento) para o transporte coletivo.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.