Amazonas Cidades

Maués sedia ‘Dia de Campo’ sobre a cultura da bananeira

Os segredos da cultura a bananeira/Foto: Arquivo
Os segredos da cultura a bananeira/Foto: Arquivo
Redação
Escrito por Redação

O município de Maués, no interior do Amazonas, sedia no sábado (12), o Dia de Campo intitulado A cultura da bananeira: tratos culturais, colheita, pós-colheita e uso da banana na alimentação, evento que acontece na comunidade Rio Paricá, no sítio Boas Vindas, de propriedade do agricultor Adeilson Gomes, numa promoção da Embrapa Amazônia Ocidental e Prefeitura de Maués.
No sítio Boas Vindas foi instalada há cerca de um ano uma Unidade Demonstrativa (UD) com o plantio da cultivar de banana BRS Prata Caprichosa que, além de mais produtiva, é resistente à sigatoka-negra, sigatoka-amarela e mal-do-panamá, alguns dos principais problemas que afetam a cultura. Na UD, também foram realizadas todas as práticas recomendadas pela Embrapa para o cultivo da bananeira.

Conforme o supervisor do Campo Experimental da Embrapa em Maués e um dos coordenadores do evento, José de Ribamar Cavalcante Ribeiro, os resultados da UD têm animado os agricultores. “O resultado está sendo excelente, e até por isso queremos mostrar para toda a classe produtora como o uso de tecnologias e as boas práticas de produção são importantes para potencializar a produtividade da banana. Os produtores plantavam antes do jeito deles e, agora, com o uso de tecnologias e da cultivar BRS Caprichosa, a produtividade está quatro vezes maior. As plantas estão com um rendimento maior de cacho e os frutos estão melhores apresentados”, destacou.

O Dia de Campo A cultura da bananeira: tratos culturais, colheita, pós-colheita e uso da banana na alimentação conta com apoio do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam) e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam/Maués).

São instrutores do evento a técnica da Embrapa Amazônia Ocidental, Maria William Cardoso Néo, a extensionista do Idam, Rosilda Bentes, e os pesquisadores da Embrapa Amazônia Ocidental, Luadir Gasparotto e José Clério Rezende Pereira, que também é um dos coordenadores do Dia de Campo.

Projeto

A Unidade Demonstrativa com as boas práticas para a cultura da bananeira que foi implantada na propriedade do agricultor Adeílson Gomes integra um projeto de diversificação da agricultura de Maués, que estava basicamente focada na cultura do guaranazeiro. Iniciado a partir de mobilizações realizadas em agosto de 2014, o trabalho agora apresenta seus primeiros resultados.

O agricultor Adeílson Gomes, quando do lançamento do projeto, já previa o sucesso que o uso de tecnologias poderia gerar para a comunidade. “O pessoal estava cansado de trabalhar tanto e ter pouco resultado. Com essas tecnologias que chegam da Embrapa, sem dúvida a situação vai melhorar muito. E esse conhecimento que chega ninguém vai tirar de nós. Vamos trabalhar muito para que o nosso povo possa produzir de forma mais digna”, disse Gomes.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.