Brasil

MBL circula com crachás destinados a autoridades na Câmara

mbl
Redação
Escrito por Redação

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) postou em sua página no Facebook um vídeo que flagrou três integrantes do Movimento Brasil Livre, entre eles Kim Kataguiri e Renan Ferreira dos Santos, circulando livremente pela Câmara dos Deputados com crachás. Segundo o senador, o credenciamento só pode ter acontecido por falsificação ou receberam autorização do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

“A sem vergonhice do Movimento Brasil Livre, que luta “contra a corrupção”: três dos seus integrantes circulam livremente pela Câmara. Falsificaram os crachás ou receberam, na miúda, autorização do amigo do peito Eduardo Cunha, o achacador?”, escreveu o político.

Segundo a revista época, os dois quase foram expulsos da Câmara na tarde deste sábado (17) após serem flagrados pela senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) circulando nos anexos 2 e 3 da Câmara do Salão Verde, área destinada a parlamentares e jornalistas credenciados. Segundo deputados do PT, os crachás que Kim e Renan portavam são destinados somente a autoridades.

Os integrantes do MBL foram levados a uma sala da Diretoria Geral da Câmara após a confusão. Depois, voltaram a circular normalmente. “Fomos liberados, sim”, disse Kim. “As credenciais foram dadas pelos membros da Mesa (Diretora). Podem ser dados para quem os membros da Mesa quiserem”, afirmou.

O deputado Pauderney Avelino (DEM-AM) afirmou que não sabe se os dois receberam os crachás por meio de uma lista de credenciamento feita por seu gabinete. “Os rapazes receberam um crachá para circular aqui e os petistas estão incomodados”, disse. “Nem sem qual é o tipo de crachá que eles têm.”

(NOTÍCIAS AO MINUTO)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.