Amazonas Política

Medalha do Mérito Judiciário é entregue à primeira-dama do AM

Primeira-dama, Edilene Oliveira, recebe a honraria/Foto: Joel Arthus e Valdo Leão
Redação
Escrito por Redação

Responsável pelas articulações da área social do Governo do Amazonas, a primeira-dama do Estado, Edilene Gomes de Oliveira, recebeu hoje, terça-feira (15), a maior honraria do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), concedida a personalidades por ações de impacto social e que contribuem com o trabalho do Judiciário.

Com a presença do governador José Melo, a Medalha da Ordem do Mérito Judiciário foi entregue pela presidente do TJAM, desembargadora Graça Figueiredo, destacando o trabalho de 26 personalidades amazonenses, entre autoridades militares e dos poderes Executivo e Judiciário.

Na sessão solene de outorga da medalha, realizada na sede do TJAM, na zona centro-sul de Manaus, foram agraciados com a medalha, além da primeira-dama do Estado, o general do Exército Guilherme Tals Theophilo Gaspar, os vice-almirantes Wagner Lopes de Moraes Zamith e Domingos Sávio Almeida Nogueira, o desembargador Lupercínio de Sá Nogueira Filho, a reitora da Universidade Federal do Amazonas, Márcia Perales Mendes Silva, e o procurador-geral de Justiça Carlos Fábio Braga Monteiro.

Definida pelo Conselho da Ordem do Mérito Judiciário do Tribunal de Justiça, a eleição dos homenageados buscou, após uma série de deliberações, nomes que representassem a sociedade e seu engajamento pelo fazer justiça. O conselho é formado pela presidente do TJAM, Graça Figueiredo, e pelos conselheiros desembargadores Aristóteles Lima Thury, Flávio Humberto Pascarelli, Sabino Marques e Carla Reis.

Para o governador do Amazonas, José Melo, o reconhecimento do judiciário dá ainda mais visibilidade às ações positivas desenvolvidas pelos laureados. Ele destacou o engajamento e a atuação da primeira-dama do Estado, Edilene Gomes de Oliveira, com as questões sociais. Ressaltou o trabalho filantrópico feito por ela de forma particular e o trabalho no governo com as secretarias ligadas aos direitos humanos, saúde e área social.

Amazonense, a primeira-dama Edilene Gomes de Oliveira é formada em administração de empresas e possui mais de 22 anos de experiência no setor público, exercendo funções de destaque como secretária executiva de Governo, compreendendo as esferas Municipal, Estadual e Federal. Entre suas funções, atuou na articulação em diversas secretarias, acompanhando projetos na área de saúde e no social. Há décadas apoia instituições sociais de forma anônima.

Desde o ano passado, Edilene lidera as principais ações do governo na área social, através do Fundo de Promoção Social (FPS), que presta apoio a entidades sociais, e acompanha de perto todo o trabalho desenvolvido pela área social do governo José Melo. “A Justiça tem papel fundamental na formação de uma sociedade mais igual, mais ética. Ajudando a manter a integridade humana e contribuindo para o equilíbrio social. Por isso fico muito honrada com essa medalha”, afirmou a primeira-dama do Estado.

“É muito bom ver o reconhecimento das instituições ao esforço, trabalho e dedicação. E é isso que está acontecendo hoje, o reconhecimento da participação efetiva no contexto do Estado de várias pessoas. E estou muito feliz que nesse contexto está incluída minha esposa, Edilene, que faz o trabalho social no meu Governo. A vida toda se dedicou às causas sociais anonimamente, sem aparecer, e continua fazendo da mesma forma. O tribunal alcançou esse trabalho e eu fico orgulhoso por ela”, disse José Melo.

A primeira-dama de Manaus, Goreth Garcia, também foi contemplada com a medalha e compareceu ao evento ao lado do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto.

A Ordem do Mérito Judiciário foi instituída por intermédio da Resolução nº 49, de 21 de outubro de 1982 e disciplinada em regulamento próprio, com a finalidade de laurear chefes dos poderes Executivos, Legislativo e Judiciário da União e dos Estados, ministros, desembargadores, juízes, procuradores de justiça, juristas eminentes, servidores e serventuários de justiça e dentre outras personalidades nacionais e estrangeiras que se destacaram no exercício de seus deveres constitucionais, que se distinguiram pelos serviços prestados à Justiça do Amazonas.

A agraciada Edilene Oliveira com José Melo e Graça Figueiredo/Foto: Valdo Leão e Joel Arthus

A agraciada Edilene Oliveira com José Melo e Graça Figueiredo/Foto: Valdo Leão e Joel Arthus

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.