Amazonas Destaques Política Saúde

Medicina alternativa será debatida em Seminário na Câmara Municipal de Manaus

Plantas medicinais do Amazonas/Foto: Arquivo
Redação
Escrito por Redação

No próximo dia 06 (quinta-feira), a Câmara Municipal de Manaus (CMM), realizará, por iniciativa do vereador Mário Frota (PSDB), o I Seminário de Fitoterapia do Amazonas, com a finalidade de discutir a utilização das plantas medicinais da flora amazônica e suas aplicações na cura das doenças.
Durante o evento será colocada na pauta das discussões a criação de um hospital de medicina alternativa, dotado de horto medicinal e farmácia para preparo da matéria prima e manipulação de medicamentos fitoterápicos e homeopáticos.

De acordo com o parlamentar, a floresta amazônica possui a maior concentração de plantas medicinais, comestíveis, oleaginosas e colorantes do planeta e grande parte ainda não foi estudada em profundidade por falta de estrutura física e financeira. Cerca de 30% de todas as essências farmacêuticas, utilizadas atualmente pela medicina em todo o mundo, são extraídas das matas tropicais.

Os laboratórios farmacêuticos de todos os continentes têm buscado nas plantas da Amazônia grande parte das substâncias para elaboração de medicamentos, visando a industrialização, comercialização e sua aplicabilidade em larga escala. Nada menos que cinco mil princípios ativos já foram identificados nas plantas medicinais extraídas da floresta amazônica.

Mário Frota entende que o estado do Amazonas, na qualidade de maior detentor de florestas tropicais virgens de todo o mundo precisa desenvolver, em nível municipal, um centro de estudos, ensino e pesquisas com estrutura para preparo da matéria prima e manipulação de medicamentos alternativos, à base de plantas medicinais.

Essa estrutura, como mais uma opção para o setor de saúde, tem ainda por objetivos combater a biopirataria e pesquisar os princípios ativos dessas plantas na busca de novas alternativas de cura para as doenças endêmicas que acontecem em todas as regiões do planeta. “Hoje a medicina, baseada nas plantas da Amazônia, tem capacidade para combater 94% das doenças conhecidas em todo o mundo”, explica Mário Frota.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.