Amazonas Política

Médicos pioneiros em doenças tropicais, recebem título de Cidadão do Amazonas

Médicos José Coura(E) e Murilo Cortês(D)/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

O infectologista e pesquisador José Rodrigues Coura e o ex-diretor médico da Marinha Murilo Cortês Drumond receberam, hoje (17), os títulos de Cidadão Amazonense, pelos relevantes serviços prestados ao Estado, por iniciativa do deputado Serafim Corrêa (PSB), aprovada por unanimidade pela Assembleia Legislativa do Amazonas.
“O Dr. Coura, além de médico infectologista, é pesquisador da FioCruz e ainda hoje, com mais de 80 anos de idade, se dirige ao Rio Negro, de voadeira e canoa, para fazer pesquisas de doenças tropicais no interior. O Dr. Murilo, que é  almirante médico, e também está na casa dos 80 anos, foi diretor da Marinha e implantou os navios patrulha que cuidam assistência médica aos ribeirinhos do Amazonas. Eles são  merecedores desse reconhecimento”, parabenizou o parlamentar.

Coura, paraibano, contribuiu com a formação de grandes infectologistas como o ex-Secretário de Saúde do Estado (Susan), Wilson Alecrim, e a diretora-presidente do Hospital de Medicina Tropical, Graça Alecrim, e desenvolve seu trabalho  na Amazônia há mais de 45 anos.

“Sou especializado em doenças infecciosas  e parasitárias,  também chamada de medicina tropical. Comecei a trabalhar no Hospital Getúlio Vargas, na década de 1970, com oito leitos  e depois passou a ter quatro enfermarias. Só depois que  foi criada a Fundação de Medicina Tropical do Amazonas. Em 1990, começamos a  receber alunos da Universidade do Amazonas para estágios na Fundação e também os levamos para Universidades Federal do Rio de Janeiro e de Brasília  para atuar Rio Negro.  Nós montamos uma extensão no laboratório que funciona até hoje”,  explicou o especialista.

O médico Murilo Cortês, natural do Rio de Janeiro, responsável pelo envio de navios patrulha com assistência médica aos ribeirinhos, classificou como grandiosa a ação pioneira da Marinha e agradeceu a hospitalidade do povo amazonense.

“O que fizemos pelo Amazonas tornou-se algo grandioso porque a Marinha é grandiosa. A Marinha soube dar atendimento médico à população ribeirinha. Isso me dá uma honra enorme e ainda mais por ser cidadão do melhor estado do Brasil, das melhores pessoas, do povo  que tem o coração tão grande quanto o Amazonas. O Brasil pouco conhece o Amazonas, mas se conhecesse, o sentimento de ‘brasilidade’ seria muito maior do que é hoje”, agradeceu.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.