Amazonas Cultura

Mesa redonda ‘Trajetória Cultural’ reúne amazonenses mestrandos de música, em Portugal

Bárbara, Jonas, Karla e Elias, os mestrandos em música/Foto: Arquivo
Bárbara, Jonas, Karla e Elias, os mestrandos em música/Foto: Arquivo
Redação
Escrito por Redação

A Secretaria de Estado da Cultura (SEC) promove, hoje (31), a mesa redonda “Trajetória Cultural”, no Sambódromo, a partir das 14h00, com os alunos amazonenses, “frutos” do projeto cultural “Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro”, e que são mestrandos em Música, em Portugal, com apoio do Governo do Amazonas.
Bárbara Soares, de 26, José Jonas Júnior, 28 e Karla Seixas, de 27, e Elias Ferreira, de 28 anos, irão ainda ministrar a mesma vivência, no próximo dia 1º de setembro, no Município de Parintins, a 369 km de Manaus, nos horários das 09h00 às 10h30 e das 15h00 às 16h30.

Os mestrandos estudam Música, Performance na Escola Superior de Artes Aplicadas (ESART/IPCB), em Castelo Branco, Portugal, e a convite do secretário de Estado de Cultura do AM, vão compartilhar a experiência que estão tendo em outro País com alunos do Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro de Manaus e de Parintins.

Bárbara, José Jonas, Karla Seixas e Elias Ferreira são violinistas e estão desde setembro de 2014 estudando música na ESART, em performance com habilitação nos respetivos instrumentos e com o objetivo de retornar a Manaus para transmitir novos conhecimentos na área musical. “Soubemos deste mestrado pela Internet e logo recebemos a orientação e apoio dos nossos professores e, principalmente, da Secretaria de

Os quatro são de Manaus e estudaram no Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro, desde os 14 anos de idade. “Para chegarmos lá, contamos com incentivo de nossos professores, que foram muito importantes para a nossa formação musical. Por causa do projeto cultural do Governo do Amazonas, sempre tivemos instrumentos à nossa disposição, transporte, lanches e ainda fazíamos apresentações regulares. Não havia motivos para desistirmos. Por isso somos muito gratos à Secretaria de Cultura”, enfatizou Karla Seixas. “Quando retornarmos de vez, em outubro de 2016, pretendemos maximizar o aprendizado das novas gerações com oficinas, workshops, especializações nas faculdades e, quem sabe, voltarmos ao Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro como professores”, concluiu José Jonas.

Para o secretário de Estado de Cultura, ter alunos aprovados em mestrado no exterior é resultado do excelente trabalho desenvolvido no projeto cultural, além da capacidade dos alunos e do apoio das famílias. “Os quatro estão de parabéns pela gana, coragem e determinação demonstradas para alcançar o sonho. Parabéns também aos familiares que depositaram confiança em cada um. Que eles possam retribuir para a nossa sociedade os conhecimentos que adquirirem”, finalizou.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.