Amazonas Economia

Metalúrgicos do PIM conquistam reajuste salarial acima da inflação

a diretoria na porta das fábricas foi decisivo para a conquista, diz Valdemir Santana.
Redação
Escrito por Redação

Em meio à crise política e institucional no Brasil e de vacas magras na indústria do Estado, a direção do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindmetal-AM), conquista um dos mais significativos reajustes salariais do segmento, no Brasil.

Com o fechamento das negociações salariais de 2016, cerca de 70 mil trabalhadores do Polo Industrial de Manaus (PIM) passam a receber, a partir de 1º de agosto, até 10% de reajuste no seus salários mensais. As empresas devem começar a pagar nos próximos dias 15 a 30 de agosto o novo valor salarial.

De acordo com a tabela salarial das indústrias do Amazonas, cerca de 65 a 70 mil trabalhadores metalúrgicos, eletroeletrônicos, componentistas e de estruturas metálicas devem embolsar algo em torno de R$ 27 milhões de reais a mais nos seus vencimentos, o mesmo valor previsto para ser injetado na economia do Amazonas.

a diretoria na porta das fábricas foi decisivo para a conquista, diz Valdemir Santana.

A diretoria na porta das fábricas foi decisivo para a conquista, diz Valdemir Santana.

Conforme disse o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos(Sindmetal-AM), Valdemir Santana, as negociações não foram fáceis, uma vez que o Sindicato Patronal levava o discurso da crise para as mesas de negociações. Os empresários insistiram na tese do “0% de reajuste”, depois chegaram a 5% e no dia 28 de julho, no dia da Assembleia Geral que definiria paralizações no Polo Industrial de Manaus (PIM), chegaram ao patamar de 8% como proposta final.

A proposta de 8%, no entanto, não foi aceita pelos trabalhadores. A partir daí, a diretoria do sindicato mobilizou os trabalhadores, fez pressão na classe patronal, levou cerca de 64 sindicalistas para as portas das fábricas, até conseguir os 10% de reajuste e mais uma série de benefícios constantes da pauta de reivindicações, como: plano de saúde, transporte especial, creche, alimentação.

Veja tabela de reajuste por categoria fornecida pelo Sindicato:

tabela

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.