Amazonas Política

Ministro apresenta resultado da correição no TRT-11 amanhã, sexta (02)

Ministro brito pereira com advogados no TRT/Foto: Divulgação
Ministro brito pereira com advogados no TRT/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

O corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro João Batista Brito Pereira, apresentará amanhã, sexta-feira (02), a partir das 08h30, a Ata com o resultado da correição realizada durante esta semana no  Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (AM/RR). O resultado será lido em sessão pública, no Plenário do prédio-sede do Regional. Na ocasião, ministro ainda receberá a Medalha da Ordem do Mérito Judiciário do TRT11.
Durante a semana de correição, o ministro e sua equipe examinam processos, registros e documentos do Tribunal para averiguar e avaliar a regularidade das atividades judicantes, como o cumprimento de prazos e outras formalidades legais. Também são avaliados dados referentes à estrutura do Tribunal (judicial e administrativa) , à tecnologia da informação, à qualidade das estatísticas, às condições e às peculiaridades do trabalho na região e outros aspectos que podem ser melhorados.

A correição no Regional foi iniciada na segunda-feira, 28 de setembro, e encerrará na leitura da ata com os resultados. Cumprindo a agenda de correição, o ministro já se reuniu com desembargadores, juízes, e representantes do Ministério Público do Trabalho e da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amazonas .

Medalha do Mérito

Antes da leitura da Ata com os resultados, será realizada a cerimônia de entrega da Medalha da Ordem do Mérito Judiciário ao ministro, que receberá a comenda no grau “Grã Cruz”. O corregedor-geral faz parte do grupo de personalidades que foram homenageadas em 2014 pelo TRT11, conforme a Resolução Administrativa 156/2014, todavia, não pôde comparecer na ocasião.

A Ordem do Mérito Judiciário foi criada pela Resolução nº 138/2004 e é o maior reconhecimento da Justiça Trabalhista a personalidades que prestam relevantes serviços à sociedade em favor do Direito e da Justiça.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.