Entretenimento

Morreu Patrick Macnee, astro da série de TV ‘Os Vingadores’

Caprichoso e Garantido, o duelo na Arena/Foto: Arquivo
Redação
Escrito por Redação

O ator Patrick Macnee, astro da série de espionagem dos anos 1960 “Os Vingadores”, morreu nesta quinta-feira aos 93 anos em sua casa em Rancho Mirage, na Califórnia.“Ele morreu de causas naturais (…), cercado de sua família”, afirmou seu filho, Rupert, em um comunicado publicado no site oficial do artista.

 
Macnee fez história ao interpretar entre 1961 e 1969 o cavalheiro espião John Steed na série “The Avengers”, conhecida na América Latina como “Os Vingadores”.

O ator sempre se gabou de que seu personagem nunca usou uma arma para se defender. Ele se valia unicamente de sua habilidade incrível com guarda-chuvas para se proteger do perigo.

Mais tarde ele se tornou um ativista contra as armas.

“Os Vingadores” marcou para sempre a carreira deste britânico de nascimento, que em 1959 adotou a cidadania americana. O artista narrou sua experiência na série no livro autobiográfico, “Blind in One Ear and The Avengers:

The Inside Story”.

Na primeira temporada, ele desempenhou um papel de coadjuvante, o assistente do legista David Keel, interpretado por Ian Hendry, ao redor de quem girava a trama. Mas a saída de Hendry, da série, se tornou o personagem principal.

“Os Vingadores” também foi pioneiro na época por alavancar um elenco de atrizes que complementavam Macnee com perfeição, como Honor Blackman, Diana Rigg e Linda Thorson.

A história sobre os agentes secretos retornou na década de 1970, com o título “The New Avengers” (Os Novos Vingadores, em tradução literal), na qual Macnee atuou ao lado da colega de aventuras Joanna Lumley.

Em 1998, emprestou a voz para a adaptação da série para o cinema. Ralph Fiennes foi o intérprete de John Steed e Uma Thurman foi sua assistente Emma Peel, papel de Diana Rigg.

A carreira de Mcnee também inclui centenas de aparições em séries de televisão como “Thunder in Paradise”, “Nightman” e “Frasier”.

No cinema, contracenou com Roger Moore no filme de James Bond “007 na Mira dos Assassinos” (1985) e “Espionagem em Goa” (1980).

O ex-007 foi precisamente um dos primeiros a lamentar a morte de Macnee. “Éramos amigos desde os anos 1950 e tenho lembranças muito boas dos dois trabalhando juntos. Era um verdadeiro cavalheiro”, afirmou.

O teatro também foi outra de suas paixões, levando-o à Broadway, onde atuou na peça “Sleuth”, de Anthony Shaffer.
Macnee nasceu em 6 de fevereiro de 1922, em Londres, mas viveu os últimos 40 anos de sua vida perto de Palm Springs, em pleno deserto californiano, onde faleceu.

Casou-se três vezes e teve dois filhos com a primeira esposa, Barbara Douglas, a quem conheceu quando estudava em uma escola de arte dramática londrina.

Antes de se lançar nos palcos, chegou a servir na Marinha do Exército britânico durante a Segunda Guerra Mundial.

(Yahoo)

 

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.