Amazonas Política Saúde

MS certifica primeira empresa do Norte por apoio à amamentação

Apoio à amamentação dá certificado a P&G/Foto: Arquivo
Redação
Escrito por Redação

Em preparação para a Semana Mundial de Aleitamento Materno 2015, que vai acontecer de 3 a 7 de agosto, técnicos do Ministério da Saúde estarão em Manaus, na próxima sexta-feira (24), para certificar a empresa P&G pelo trabalho desenvolvido para apoiar as mães trabalhadoras que amamentam. A certificação é referente à Estratégia Mulher Trabalhadora que Amamenta, instituída pelo MS, de incentivo às empresas que adotam medidas para apoiar as mães que precisam voltar ao trabalho depois do nascimento do filho e continuam amamentando.
“A estratégia do Ministério da Saúde é conduzida por três principais pilares: a extensão da licença maternidade de quatro para seis meses, a implementação de salas de apoio à amamentação na própria empresa e a oferta de creches e/ou auxílio creche nos locais de trabalho”, destaca o secretário municipal de Saúde.

Neste sentido, a P&G se tornará a primeira empresa da região Norte a receber a certificação por cumprir os três eixos básicos da Estratégia Mulher Trabalhadora que Amamenta, oferecendo licença maternidade de seis meses, disponibilizando sala de apoio para a coleta e armazenamento do leite materno, e dispondo de creches para os filhos das trabalhadoras.

As empresas que adotam essas medidas de apoio à amamentação, têm acesso à benefícios fiscais, além de serem beneficiadas com menos ausências de funcionárias para  tratar de problemas de saúde dos filhos, uma vez que o leite materno possui fatores de proteção contra doenças, permitindo às crianças amamentadas adoecerem menos.

“A licença de seis meses faz com que a mãe tenha maior facilidade para alimentar o filho de forma exclusiva com leite materno pelo período mínimo recomendado. A sala de apoio permite que, depois da licença maternidade, a funcionária tenha um espaço para fazer a coleta do leite com conforto, privacidade e segurança, armazenando o produto em frascos previamente esterilizados para, em outro momento, oferecer ao seu filho. E as creches dão tranquilidade para as mães deixarem as crianças em um local adequado”, destaca a chefe do Núcleo da Criança e do Adolescente da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), enfermeira Ivone Amazonas.

Tema – A Semana Mundial de Aleitamento Materno deste ano trará o tema “Amamentação e Trabalho – Vamos Fazer Funcionar!”, que vai conduzir as ações de incentivo ao aleitamento materno em todo o mundo. A intenção é reforçar as ações de incentivo aos empregadores para que os locais de trabalho se tornem amigos da Família/ Pai / Bebê e da Mãe, facilitando e apoiando ativamente as mulheres trabalhadoras para que continuem a amamentar.

Segundo levantamento, os serviços públicos municipal e estadual, já oferecem licença maternidade de seis meses, assim como as empresas Brastemp, P&G e o Serviço Social da Indústria (Sesi). A empresa Phillps mantém uma Sala de Apoio à Amamentação e a Prefeitura de Manaus oferece o serviço de nove creches e que receberam o título “Amiga da Criança”, emitido pela Semsa, pelo incentivo ao aleitamento materno e à alimentação saudável.

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.