Amazônia Mato Grosso

MT: avião com vice-governador quase bate em caminhão na pista de aeroporto

Redação
Escrito por Redação

Após o susto que passou no Aeroporto de Rondonópolis no sábado (22) quando um caminhão-pipa parado na pista quase causou um acidente com um avião bimotor que se preparava para decolar, o vice-governador de Mato Grosso, Carlos Fávaro (PP), vai acionar a empresa responsável pela administração do terminal. Além de Fávaro, também estavam no avião o senador José Medeiros (PPS), o deputado estadual Ondanir Bortolini (PR) e o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte. Ninguém ficou ferido.Ao iniciar o procedimento de decolagem na pista do aeroporto, os pilotos foram obrigados a frear bruscamente porque um caminhão-pipa, que até então estava parado, entrou na pista repentinamente. A aeronave parou a poucos metros do veículo. “É inadmissível tamanha irresponsabilidade. Não vamos admitir empresas com procedimentos amadores executarem obras em Mato Grosso”, disse Fávaro em nota encaminhada à imprensa.

 
A comitiva seguia para cumprir agenda na agenda em Itiquira. Fávaro vai comunicar o fato à Agência Nacional de Avição Civil (Anac) e quer responsabilizar a empresa pela situação que poderia ter causado um grave acidente. Um boletim de ocorrência da Polícia também foi registrado relatando fato que é tratado informalmente como uma imprudência do motorista do caminhão.

Segundo o comandante Henrique Teodoro Friedrich, a colisão só não ocorreu porque a comitiva estava em um avião pequeno. “Se fosse uma aeronave maior, decolando ou pousando, com mais peso e a distância pouca coisa mais curta, não conseguiríamos evitar, pois o avião já havia iniciado a corrida para decolagem”. Após o passar o momento de tensão, parabenizou o trabalho dos pilotos, que conseguiram frear evitanndo a colisão.

(gazeta digital)

 

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.