Amazônia Mato Grosso

MT: Garimpo de Pontes e Lacerda desliza e fere 5 garimpeiros

garimpo
Redação
Escrito por Redação

Os garimpeiros que trabalham na Serra da Borda, em Pontes e Lacerda e que devem deixar o local até esta terça-feira, por decisão judicial, sofreram nesta segunda-feira um grande susto. Parte da Serra da Borda apresentou um deslizamento no início da tarde que pode ter soterrado alguns garimpeiros. Felizmente ninguém morreu no acidente.

O deslizamento de uma lateral da serra foi provocado, segundo o Corpo de Bombeiros que está no local, tentando encontrar pessoas soterradas devido ao grande número de buracos que foram cavadas na tentativa de se encontrar ouro na Serra.

O Hospital Santa Casa também confirmou que várias ambulâncias chegaram ao estabelecimento de saúde com pessoas feridas. O movimento, tanto na serra quanto na cidade, onde está o hospital é intenso de pessoas. A Prefeitura de Pontes e Lacerda também encaminhou uma equipe para constatar a ocorrência e tomar as medidas cabíveis.

Cinco pessoas tivera ferimentos leves durante um soterramento registrado no garimpo ilegal instalado na Serra da Borda em Pontes e Lacerda (448 Km a oeste de Cuiabá) na tarde desta segunda-feira. As primeiras informações apontavam que tinham pessoas feridas e possivelmente soterradas. No entanto, o Corpo de Bombeiros confirmou que ninguém morreu e nem se feriu com gravidade.

A corrida pela ouro se intensificou nos últimos 2 meses com milhares de pessoas se deslocando para a região à procura de ouro. A Justiça Federal de Cáceres já determinou o fechamento do garimpo e a retirada de todos os garimpeiros, bem como a apreensão das ferramentas e até o outro que for encontrado com os ocupantes. Até o momento, as forças policiais que deverão dar apoio no cumprimento da decisão ainda aguardam a notificação dos oficiais de justiça.

De todo modo, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) já mandou um representante ao local para conversar com os garimpeiros para que deixem o local pacificamente uma vez que a decisão terá que ser cumprida.

Já trabalhando no local, o Corpo de Bombeiros não confirma mortes. Garimpeiros, entretanto, garantem que pode ter pessoas soterradas. “Muita gente queria aproveitar o último dia para garimpar, encontrar algum ouro. A serra estava lotada”, disse um garimpeiro que deixou o local, com destino à cidade, totalmente empoeirado.

(24horasnews)

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.