Amazônia Mato Grosso

MT: mulher entregava droga em domicílio no sistema delivery de modo bizarro

Redação
Escrito por Redação

Mais um caso de tráfico de droga bizarro. Uma mulher entrega a droga em domicílio no sistema delivery, só que a “encomenda era transportada num local inusitado, a vagina da traficante. A mulher era comparsa do genro. Os dois atendiam clientes de luxo nos bairro Cohab Jaime Campos e Grande Cristo Rei, em Várzea Grande (Grande Cuiabá) um carro de de luxo, uma camionete Hilux.

A Polícia Militar (PM), já tinha pistas do casal e resolveu acompanhá-lo pelas ruas de Várzea Grande, na noite desta quinta-feira (16). A chefa, Lucilene Cardoso, de 37 anos, e o subordinado, o genro dela, Jefferson do Prado, de 29 anos, faziam entrega tranquilamente em uma Hilux prata, quando foram abordados para uma revista de rotina.

A mulher tentou negar, alegando ser uma pessoa de bem que estava apenas trabalhando. Lucilene, no entanto, não sabia que a PM já sabia que era traficante de carteirinha, pois já tinha passagens pela Polícia por crime de tráfico de drogas.

Antes do pessoal da Ronda Ostensiva Tático Móvel (Rotam), através de uma policial feminina fazer uma revista geral na Lucilene e encontrar porções de drogas na vagina dela, foi feito uma varredura no celular de Jefferson, que continha aplicativos com nomes de clientes para as entregas em domicílio.

Sogra e genro, que unidos vendiam droga, foram presos unidos e transferidos para a Central de Flagrantes de Várzea Grande onde foram autuados em flagrante em crime de tráfico de drogas. Se condenado, a dupla pode pegar até 15 anos de reclusão em regime fechado.

(24horasnews)

 

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.