Amazonas Formal & Informal

Mulheres conquistam espaço na chapa ‘Muda OAB’

Jean Cleuter(E), Socorro Guedes(C) e Omara Gusmão(D)/Foto: Divulgação
Redação
Escrito por Redação

Graduada em Administração em 1984, e em Direito quatro anos depois, pela Universidade do Amazonas, a mestre em Direito Tributário, Omara Gusmão atua na advocacia pública na Procuradoria da Fazenda Nacional e é hoje uma formadora de novas gerações de advogados.
Candidata a vice-presidente na chapa “Muda OAB-Aliança”, ao lado de Jean Cleuter Mendonça, Omara Gusmão é especialista em Direito Tributário, segmento em que fez mestrado pela Universidade Federal de Pernambuco e se especializou, produzindo farta literatura a respeito do tema, analisando principalmente o papel dos tributos na concretização da defesa ambiental.

Omara atua hoje como professora universitária, em duas faculdades particulares de Manaus, onde ministra as disciplinas de Direito Tributário I e II e Direito Processual Tributário e, em pós-graduação em Direito e Auditoria Tributária aplica a disciplina Tributos Federais e Legislação de Impostos III.

Mestre de centenas de novos advogados formados nos últimos anos em Manaus, Omara Gusmão encara sempre uma polêmica que divide os agentes do Direito: a atuação da advocacia pública e da advocacia privada. Para a candidata da chapa “Muda OAB-Aliança” não há um posicionamento “contra” ou a “favor” de um ou outro segmento, dentro da chapa. “A atuação da advocacia pública é tão importante quanto a da advocacia privada, sendo cada uma essencial em sua abrangência”, lembra.

Omara Gusmão avalia que Jean Cleuter Mendonça tem a maturidade, conhecimento e o compromisso para fazer da OAB a entidade que os advogados necessitam, transparente nos procedimentos e presente nos grandes debates de interesse da população.

Omara Gusmão, também, foi conselheira federal da OAB entre 2001 e 2003, e atuou nas áreas tributárias de Manaus e fiscal de tributos estaduais da Secretaria de Fazenda do Amazonas (Sefaz).

Comentários

comentários

Deixe seu comentário

error: Ops! não foi dessa vez.